Quarta-feira, 31 de Outubro de 2007

Sporting fica Benfica vai

Esta noite o Sporting segue em frente na Taça da Liga e o Benfica despediu-se. O Sporting sofreu muito em Fátima e viu o seu adversário jogar melhor futebol conseguindo só no cair do pano a vitória de 3-2 perante o Desportivo de Fátima, com dois golos de Liedson. No conjunto das duas mãos 4-4, mas o Sporting com mais golos fora segue em frente,
Quanto ao Benfica jogou em Setúbal com a equipa B e ao perder por 2-1 também ficou eliminado porque tinha empatado 1-1 no estádio da Luz. Assim, Paulo Bento deu um pontapé na crise e Camacho chamou a crise a si próprio.
por João Severino às 22:49
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar

O que é bom é para se ver (8)


Foto Hélder Mendes
por João Severino às 19:14
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

Por mares nunca dantes blogados (5)

Mentiras sem consequências?

Há uns tempos atrás, houve um partido que através do seu líder e candidato a primeiro ministro, fez uma promessa (parece que não era bem isso, era mais um objectivo…): criar 150.000 postos de trabalho.
Qual era a mentira?
Era que o governo, usando dos poderes que dispõe, podia criar postos de trabalho. Um que fosse.
Não, não é verdade que as nomeações para cargos de confiança política sejam empregos e muito menos postos de trabalho.
Voltemos à mentira e aos mentirosos.
Uma mentira só se torna efectiva se houver quem nela acredite (palisseano, não é?). Neste caso houve. Muitos e muitos milhares de portugueses acreditaram nessa mentira, dita por esse partido, pela voz do seu candidato a primeiro-ministro.

A realidade que nos continua a rodear de notícias tristes, em nada parece mover a crença geral num amanhã sorridente em que Homens omnipotentes e omniscientes, recorrendo a passes de mágica ou a poderes divinos, poderão transformar o mundo num paraíso. A cada eleição, a esperançosa frase “desta é que é!; neste é que podemos confiar!”.
Ou seja, o país socialista que somos, continua a ter medo de o deixar de ser.
Tal como os ilusionistas que desde sempre usam os mesmos truques, os políticos do “estado a que isto chegou” (e não só os do tal partido), sabem a receita para recolher os votos do Povo: prometer mais do mesmo. Se têm sucesso, se o rotativismo os contenta, porquê mudar?
Entretanto o desemprego sobe e Portugal continua relegado para as traseiras do mundo desenvolvido.

LA, in O Insurgente (Recomendo)

por João Severino às 18:52
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Blogando com prazer (5)

Convicção ou carreira?


Penso que não faz sentido recuar na perspectiva de referendo, a não ser que o "tratado constitucional" venha a ser substituído por um "minitratado" de âmbito puramente institucional” assim pensava Vital Moreira há uns meses atrás.

Os que defendem o referendo sobre o Tratado de Lisboa já experimentaram lê-lo? E acham que algum cidadão comum consegue passar da segunda página? Não será tempo de deixar de brincar aos referendos? assim pensa hoje Vital Moreira.

O que se alterou para Vital Moreira ter mudado tanto e em tão pouco tempo? Independentemente do que se pense sobre a questão substantiva, referendar ou não o novo tratado europeu, o que faz um homem informado e inteligente defender hoje uma coisa e amanhã o seu contrário. Que aconteceu desta vez? Vital, no seu tradicional registo épico-coimbrão, comporta-se como um típico intelectual orgânico. Sempre sectário e intolerante. E supostamente dono da verdade. No passado ao serviço do PCP. Hoje do PS. Tal como Zita, Lino, Isabel Pires de Lima, Osvaldo, Magalhães, Narciso ou Pina Moura.Com percursos diferentes, mas uma mesma característica, pouco vulgar em ex-comunistas com elevadas responsabilidades políticas: a súbita mudança de opiniões, de campo político e de família partidária. Sem luto ou período de nojo. A dúvida é legítima: por convicção ou carreira?

José Manuel Constantino, in Estados d'Alma (Recomendo)
por João Severino às 18:46
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Também tu?


A supermodelo britânica Naomi Campbell elogiou a política de saúde e educação do governo venezuelano, após o encontro a nível particular com o presidente Hugo Chavez, anunciou hoje a televisão estatal da Venezuela.
"Estou muito contente com o que vi", afirmou Campbell à televisão estatal, salientando a construção de hospitais e que as crianças venezuelanas parecem beneficiar dos serviços públicos.
"A atenção médica, a educação que as crianças estão a ter, é óptimo de ver. E talvez tentar implementar isto noutros lugares", acrescentou Campbell, apesar de, à entrada do encontro, ter sublinhado que não iria fazer comentários políticos.
A oposição ao presidente venezuelano acusa Chavez de usar programas sociais para solidificar apoios, enquanto não faz o suficiente para solucionar problemas sistemáticos na saúde e educação.
Campbell encontrou-se com Chavez no palácio presidencial durante quatro horas tornando-se a última de uma série de celebridades a expressar o seu apoio ao líder venezuelano. Chavez deve ter precisado de uns conselhos sobre moda...

por João Severino às 18:26
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Triste convite


No Diário de Notícias de hoje podia ler-se "Lisboa prepara convite a Mugabe". No interior da notícia ficámos a saber por Pedro Courela, assessor do secretário de Estado João Gomes Cravinho, que o convite a Mugabe será enviado nos próximos dias. E viva os ditadores...
por João Severino às 18:09
link do post | comentar | ver pauladas (6) | favorito
| partilhar

Lagartada

Foto Celestino O Costa


O Sporting Clube de Portugal vai a caminho de Fátima... espera-se um milagre.
por João Severino às 14:53
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

O salvador Salvador

Se eu fosse sócio do Sporting de Braga, o presidente Salvador não se salvava. O homem parece que não bate bem da bola e ainda por cima chuta para canto...
Deixando toda a malta do futebol de boca aberta despediu um dos melhores jovens treinadores portugueses. O Jorge Costa tem qualidades raras e uma experiência no mundo futebolístico como poucos presidentes de clubes. Mesmo assim foi depedido. Diz a direcção do Braga, direcção que é o presidente Salvador, mais o Salvador, mais o Salvador e ainda o Salvador, que o despedimento se ficou a dever aos maus resultados. Bolas, que o Salvador-presidente anda mesmo off side destas coisa do chuto na chincha. O Braga tem jogado bem, tem feito bons resultados, foi a Inglaterra e deixou boa crítica. Empatou na Figueira da Foz onde vamos ver quantas equipas irão lá ganhar e o treinador é despedido. Ou estaremos perante mais uma prepotência contra os homens que têm o "defeito" de ser solidários? Jorge Costa achou que o clube estava a injustiçar o João Pinto com um castigo a aplicar porque foi para casa às 23.00 horas em determinada noite. E como se solidarizou com um profissional que ele conhece bem, que lhe fazia imensa falta na equipa, que já deu muito ao futebol, veio o senhor Salvador e pumba! Tudo para o olho da rua que eu consigo jogar sozinho. Normalmente os tipos que pensam assim acabam por descer de divisão...
por João Severino às 14:31
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

A última

Tenho muita pena mas não estou em condições de atirar dinheiro para a rua. Hoje foi a última vez que comprei a revista Visão. Se o meu amigo Filipe Luís (editor executivo), que deu os primeiros passos no jornalismo sob a minha orientação, quiser enviar-me as próximas edições de borla não rejeitarei. A verdade, é que há umas seis ou sete semanas que a revista tem vindo a baixar de qualidade no seu conteúdo de modo assustador. Pensei que fosse passageiro. Não, a edição de hoje não tem praticamente nada de interesse. Aliás, insere algo de muito educativo e informativo sobre os rumores e boatos que afectam os visados, bem como a importância da fofoca. Genial... para se deixar de comprar uma revista.
por João Severino às 13:54
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Crise no Benfica


Luís Filipe Vieira ainda não se demitiu de presidente do SLB.
As claques do SLB ainda não invadiram o gabinete de Filipe Vieira.
José António Camacho ainda é treinador.
Rui Costa talvez jogue hoje em Setúbal sem gravata.
Manuel Vilarinho já pediu um whisky com água de Castelo.
Freddy Adu poderá jogar mais do que 20 minutos.
O cimento do estádio da Luz está a rachar.
Nuno Gomes pode arrumar as botas... no saco.
por João Severino às 12:27
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Quanto não vale ser comentador

Comentador de televisão para defender as políticas emanadas do Governo dá sempre bom resultado. Para os próprios. Veja-se o caso de António Vitorino, que às segundas-feiras, vai até à RTP ditar uma "notas soltas" favoráveis ao Governo de Sócrates.
António Vitorino acaba de receber mais um "tacho" na passagem dos cem anos do nascimento de Vieira da Silva. Foi nomeado representante do Estado na Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva. Mas atenção! O lugar é só prestígio, coqueteles e mais umas viagenzitas. É que o "sacrifício" de Vitorino como administrador da fundação não será remunerado...
por João Severino às 12:17
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Mulheres na política


Com 45 por cento dos votos de 27 milhões de eleitores, quase o dobro de Elisa Carrió, sua inimiga de estimação, Cristina Kirchner bateu dois recordes: foi a primeira mulher eleita na Argentina e a uma distância histórica da sua mais directa opositora.
Cristina é a 12ª mulher eleita nos 192 países da ONU. Um grupo de chefes de Governo e presidentes, no qual se incluem Michelle Bachelet (Chile), Tarja Jalonen (Finlândia), Angela Merkel (Alemanha), Mari McAleese (República da Irlanda), Gloria Arroyo (Filipinas), Vaira Freiberga (Letónia), Benazir Bhutto (Paquistão), Ellen Johnson Sirleaf (Libéria), entre outras. A próxima pode bem ser Hillary Clinton.
por João Severino às 12:01
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

A demagogia

Concordo em absoluto com o reitor da Universidade Clássica de Lisboa. O professor António Nóvoa chamou a atenção que no Forum Novas Fronteiras do PS, José Sócrates regozijou-se com os resultados da política científica. Tem razão. Mas ninguém esquece o desinteresse do Governo pelas universidades e a degradação do ensino superior. A Ciência e a Tecnologia - acrescenta o professor Nóvoa - dependem de uma sólida formação de base dos estudantes.
por João Severino às 11:46
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Ai, fumadores

Dentro de dois anos poderá ser proibido fumar em todos os locais de trabalho, restaurantes, bares, edifícios públicos e transportes dos vários países comunitários, segundo defendeu agora o Parlamento Europeu. Em toda a zona da União Europeia morrem anualmente cerca de 80 mil pessoas devido ao fumo passivo. E quantas morrem que não fumam?
por João Severino às 11:41
link do post | comentar | ver pauladas (5) | favorito
| partilhar

Delícias para a visão (9)


Foto Bruno Abreu
por João Severino às 11:34
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

O joelho Eiffel


Ana Paula Vitorino, secretária de Estado dos Transportes, no seu melhor. Na cerimónia de reabertura da ponte Eiffel, ontem em Viana do Castelo, a governante socialista deu nas vistas e de que maneira. Aliás, ela faz sempre por isso, especialmente nas declarações que ninguém entende, tais como auto-estradas no mar... Mas, ontem as atenções para com a senhora foram direitinhas para a sua idumentária: saia acima do joelho. Aquilo entre dezenas de homens deu brado... Afinal, quando é que José Sócrates realiza a remodelação governamental para que assistamos ao que se adivinha há meses? Ana Paula vai direitinha para o lugar de Mário Lino. Vale uma apostinha?... E não fosse Eduardo Cabrita um dos homens mais influentes do primeiro-ministro...
por João Severino às 11:16
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Tente acertar


O que representa esta foto?

1. Jardim da residência do primeiro-ministro?
2. Tapete colocado a Marques Mendes?
3. Carpete na quinta de José Miguel Júdice?
4. Relva do Estádio do Sporting?
5. Pintura de Júlio Pomar (verdadeira)?
6. Cultivo em Cercal do Alentejo?
7. Ilha de S. Miguel, Sete Cidades?
por João Severino às 11:06
link do post | comentar | ver pauladas (10) | favorito
| partilhar

O que eles dizem (3)

"Lembro a Sócrates um velho ditado: 'Quem melhor cama fizer nela se deitará"
Baptista-Bastos, jornalista

"
A direita tudo faz para denegrir a escola pública"
Maria de Lurdes Rodrigues, ministra da Educação

"Aqueles que confundem determinação com teimosia ou autoritarismo estão enganados"
António Vitorino, representante do Estado na Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva

"A direcção do PCP está tomada por uma paranóia sancionatória"
Carlos Brito, ex-dirigente do PCP

"Cheguei a pensar que a Revolução me traria um país mais livre, mas só me trouxe um país mais tonto"
Rosado Fernandes, professor catedrático jubilado

"José Miguel Júdice zangou-se com a Ordem; saiu do PSD; assumiu a gestão da Frente Ribeirinha de Lisboa e, agora, tem uma crise no escritório"
Tiago Fernandes, jornalista

"Não podemos continuar a destruir líderes"
Miguel Relvas, deputado do PSD
por João Severino às 10:45
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar
Terça-feira, 30 de Outubro de 2007

Menezes não vai para o Conselho de Estado

António Capucho entra em guerra com a direcção do PSD

O Conselho Nacional do PSD está reunido. À entrada para a reunião, o secretário-geral do partido, Ribau Esteves, anunciou que o líder Luís Filipe Menezes não é candidato a conselheiro de Estado, mas sim a primeiro-ministro. Esta afirmação veio a propósito de um comunicado difundido pelo PSD anunciando que o partido nada mais fará para que o seu líder entre para o órgão de consulta do Presidente da República, ficando explícito que não foi pacífica a tentativa de substituição de Marques Mendes por Filipe Menezes.
Entretanto, António Capucho, presidente da Câmara Municipal de Cascais e constitucionalmente a personalidade que deveria ocupar o lugar vago por Marques Mendes no Conselho de Estado, entrou claramente em confronto com a direcção do seu partido, quando em entrevista à SIC-Notícias, esta noite, declarou que ninguém no PSD o tinha contactado para que fosse encontrada uma solução sobre o assunto e acusou os autores do referido comunicado do PSD como estando a "desvalorizar a função do Conselho de Estado" e que o documento "revela uma falta de sentido de Estado", chegando mesmo a dizer que o comunicado do PSD era algo de " lamentável e muito grave".
Segundo uma fonte próxima da actual direcção do PSD, "Capucho deixou uma má imagem de si próprio, na qualidade de militante com responsabilidades que se coloca no outro lado da barricada contra a direcção do seu partido", acrescentando que "parece que Capucho pretende ser conselheiro".
por João Severino às 22:39
link do post | comentar | ver pauladas (9) | favorito
| partilhar

O graxa

No café que frequento trabalha um dos homens mais típicos que conheço. O amigo Rogério já passou as 70 primaveras e está ali para as curvas. É o graxa. E bom graxa. Daqueles que não põe tinta nos sapatos. "Só estraga o cabedal", diz ele. Todos os dias, alegre e bem disposto tem um tema diferente para a discussão. Sabe mais que muitos ministros. Não? Então, vejamos.
Hoje acheio-o um pouco cabisbaixo, a modos que triste.
- O que é que se passa, senhor Rogério?
- Ah!... É a vida!
- Algum problema de saúde?
- A saúde é que eu gostava de tratar a eles!... A essa malandragem...
- A eles, quem?
- Ora! Aos tipos do Governo!
- Do Governo? Mas, que mal é que lhe fizeram?
- A mim?... A mim só me sacam da reforma de ano para ano... cada vez tou mais pobre... mas eu tou-me a marimbar pra isso, porque enquanto tiver estes dois (braços) que Deus me deu cá o Rogerinho não pára. O pior é a malta nova...
- A malta nova? Meteram-se consigo?
- Não! Tou a falar da minha neta, a Ângela!
- O que é que lhe aconteceu?
- Nada!
- Então, tudo bem?
- Tudo mal! Ela andou a estudar e os pais e eu fizémos um sacrifício do catano para ela tirar um curso e ser alguém...
- E acabou?
- Sim! Mas estamos num país que só dá pra emigrar!... Não há futuro!
- Emigrar? A sua neta?... Com um curso?
- É o que tou-lhe a dizer, porque ela agora não arranja emprego nenhum e a única salvação é eu falar ali com uma pessoa amiga para ela começar a trabalhar na caixa do Pingo Doce...
por João Severino às 21:14
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Diga lá trezentos e trinta e três (9)

- Ó Roberto, no programa "Opinião Pública" da SIC-notícias os espectadores telefonaram sobre se havia excesso de escutas...
- E qual foi o resultado?
- 50 por cento disseram "sim" e a outra metade "não"!
- Está certo!
- Certo?
- Claro, pá! Com os telefones a cumprir bem a sua missão... quando metade fala, a outra metade escuta!...
por João Severino às 21:02
link do post | comentar | favorito
| partilhar

O que é bom é para se ver (7)


Foto A Brito
por João Severino às 20:33
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

Procurador-Geral da República na AR

O Procurador-Geral da República admitiu perante os deputados, há momentos, que não tem controlo sobre as escutas ilegais.
Também afirmou que podem ser feitas escutas ilegais em qualquer lado porque o material necessário para as escutas vende-se na internet.
Acrescentou ainda que os deputados têm de decidir sobre se aceitam, ou não, futura legislação inerente à actividade de detectives privados em Portugal. Afirmou que os actuais detectives privados em actividade tanto podem escutar infidelidades conjugais como as conversas de deputados ou dele próprio.
O PGR admitiu ainda que podem existir ruídos no telemóvel se os aparelhos de escutas forem do género, baratos.
O PGR disse também que não tem nenhum poder para controlar as escutas legais. Disse ainda que as ocorrências diversas não têm controlo.
Sobre as marquesas, viscondes e condes afirmou que quis dizer que a hierarquia no Ministério Público funciona muito mal. Que logo na base não há coordenação e que ele não pode ser um ditador.
Sobre a actividade criminal nas escolas o PGR afirmou que simplesmente pretende que não fiquem impunes, como no passado, as ofensas e a violência sobre os professores, nomeadamente, a professora que é ofendida e os carros de professores que são destruídos, a fim de que os alunos não sintam que estamos no reino da impunidade.
por João Severino às 16:09
link do post | comentar | favorito
| partilhar

A que horas é que será demitida?

Já não há pachorra para a ministra da Educação. Hoje indagou do propósito a que o Procurador-Geral da República manda investigar a violência nas escolas, sabendo toda a gente que a criminalidade nos estabelecimentos de ensino aumenta de mês para mês. É grave a posição da ministra. Esta tarde o PGR irá responder na Assembleia da República a esta questão absurda (ou maldosa) colocada pela ministra. Pela nossa parte apenas nos apetece perguntar a que horas é que a ministra será demitida?
por João Severino às 15:59
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Flores no rio


Já vou a meio na leitura do novo livro de Miguel Sousa Tavares. Rio das Flores, até agora, agrada-me profundamente. Parabéns ao autor.

Sevilha, 1915 - Vale do Paraíba, 1945: trinta anos da história do século XX correm ao longo das páginas deste romance, com cenários no Alentejo, Espanha e Brasil.
Através da saga dos Ribera Flores, proprietários rurais alentejanos, somos transportados para os anos tumultuosos da primeira metade de um século marcado por ditaduras e confrontos sangrentos, onde o caminho que conduz à liberdade parece demasiado estreito e o preço a pagar demasiado alto. Entre o amor comum à terra que os viu nascer e o apelo pelo novo e desconhecido, entre os amores e desamores de uma vida e o confronto de ideias que os separam, dois irmãos seguem percursos diferentes, cada um deles buscando à sua maneira o lugar da coerência e da felicidade.

Rio das Flores resulta de um minucioso e exaustivo trabalho de pesquisa histórica, que serve de pano de fundo a um enredo de amores, paixões, apego à terra e às suas tradições e, simultaneamente, à vontade de mudar a ordem estabelecida das coisas.
Três gerações sucedem-se na mesma casa de família, tentando manter imutável o que a terra uniu, no meio da turbulência causada por décadas de paixões e ódios como o mundo nunca havia visto. No final, sobrevivem os que não se desviaram so seu caminho.
por João Severino às 15:26
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Até já nos leilões...

O Padeiro falso

... os vigaristas e falsificadores actuam. Hoje no Porto ia a leilão um quadro valiosíssimo de Júlio Pomar. Só que era falso. A leiloeira de S. Domingos preparava-se para sujeitar a licitação uma série de peças ontem apreendidas pela Brigada de Obras de Arte da Polícia Judiciária (desconhecia esta brigada, boa!) para serem submetidas a exames periciais. Um dos trabalhos, atribuído a Júlio Pomar, é comprovadamente um embuste. O proprietário da leiloeira não quis comentar o caso. Mas devia. Devia dizer-nos como é que ia leiloar um quadro de alto valor sem ter investigado profundamente da sua autenticidade. O filho de Júlio Pomar já atestou que o quadro é uma falsificação.
Alexandre Pomar confrontado com a falsificação da obra do pai - Padeiro, um retrato de uma série de litografias, cujos desenhos, de apenas um exemplar, estão na posse do autor -, levantou sérias dúvidas sobre outros trabalhos (António Carneiro, Mário Cesariny, "talvez" Júlio Resende, Espiga Pinto, Mário Botas, Manuel Cargaleiro), que pensa serem "imitações grosseiras". Alexandre Pomar informou ainda ter consultado um especialista, que também "está convencido de que as obras em causa não são autênticas".
Onde chegou a vigarice neste país...
por João Severino às 12:04
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Diga lá trezentos e trinta e três (8)

- Ó Rucas, já reparaste que o país está muito avançado!?
- Avançado, uma treta, pá! Estamos na cauda da Europa!
- Não percebeste! Aqui já é meio-dia e nos Açores ainda são só onze horas...
por João Severino às 11:51
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Blogando com prazer (4)


O risco segundo Vickers

Steve Vickers, CEO da International Risk e antigo comandante da "criminal intelligence unit" da "Royal Police" de Hong Kong vaticina um cenário negro para Macau. Numa conferência realizada no território vizinho, Vickers afirmou que a corrupção na RAEM está "fora de controlo" e que as tríades estão instaladas nas mais altas esferas do território. Vickers afirma ainda que Macau é o centro da lavagem de dinheiro de políticos e homens de negócios corruptos da China, e que o Governo Central "vai tomar conta de Macau" logo que terminem os Jogos Olímpicos de 2008. Previsões pessimistas ou recados de quem sabe?

In Leocardo (Recomendo)
por João Severino às 11:39
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Por mares nunca dantes blogados (4)


À espera dos "gravatinhas"

Na zona histórica de Vila do Porto, a decadência do património edificado é quase total. Se ao nível da estrada o cenário já é disforme, vista de cima, é horrendo.
Às questões levantadas relativamente à intervenção/requalificação deste local, os governantes tem respondido que estão à espera de uma qualquer alteração à legislação. Ora, ao tempo que estou à espera para ver essas modificações ratificadas, diria que estão à espera é que aconteça algum azar naquelas “casas velhas”. Foto: PS

MC, in Santa Maria - Açores (Recomendo)
por João Severino às 11:30
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Delícias para a visão (8)


Foto Luís Lobo Henriques
por João Severino às 11:23
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar

Terrorismo

Há anos estive por dentro da guerra travada na fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão e fiquei a saber as intenções dos guerrilheiros moujaedin. Igualmente atravessei a guerra entre o Irão e o Iraque. Uma coisa vos posso dizer: as chamadas intenções "terroristas" no mundo islâmico não são de ontem nem de anteontem. Bin Laden não é o único chefe de todo um plano que teve o seu início há muitas décadas.
Posto isto, que fique bem assente que a ida hoje à Assembleia da República do Procurador-Geral, Pinto Monteiro, não se devia basear numa simples sessão de esclarecimento sobre o que afirmou relacionado com escutas telefónicas. Aprofundar as razões das escutas seria o mais importante de toda uma falácia baratíssima que tem percorrido ultimamente as páginas dos jornais e os programas de informação das televisões. Quando um ministro vem dizer que as escutas realizadas pelos Serviços de Informação serão muito importantes - apesar de nós acharmos que são realizadas escutas ilegalmente há muito tempo - para que o combate ao terrorismo seja eficiente, ele não está a dizer mais do que, simplesmente, o problema do terrorismo é uma preocupação da sociedade internacional e que, nesse sentido, a sua incompetência, e a de quem o antecedeu, é por de mais evidente. Obviamente que há muito tempo, e em especial desde o 11 de Setembro de Nova Iorque, que a nossa Constituição deveria ter sido alterada de modo a permitir a operacionalidade do SIS. Vir agora dizer que talvez existam escutas ilegais no SIS, que talvez em futuro breve se vá alterar a Constituição, que se ouvem uns barulhinhos ilegais no telemóvel, que a nossa liberdade está em causa devido às ilegalidades das escutas poderá parecer uma enciclopédia de lamúrias que traduz unicamente uma grande falta de seriedade de princípios. Levantem a cabeça e tenham a dignidade de afirmar: da incompetência no combate ao terrorismo partamos para um ciclo eficiente de segurança efectiva dos cidadãos deste país... se houver coragem em ser-se politicamente sério.
por João Severino às 10:55
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

Notas soltas (2)


Esta noite António Vitorino esteve mal no seu programa na RTP. Ele e a entrevistadora Judite de Sousa. Surpreenderam pela negativa, o que não é habitual. Vitorino costuma não enveredar por caminhos tortuosos que levem à escorregadela. Mas, a verdade é que foi colocado perante o que se tem passado no interior do PSD e do PCP, designadamente, o "saneamento" de Santana Lopes nas chefias das comissões parlamentares e a possível decisão de Jerónimo de Sousa em expulsar do partido a deputada Luísa Mesquita. Não lhe ficou nada bem em enveredar pela crítica sobre o que se passa na casa dos outros, quando os telhados da sua são de vidro. Por mais de uma vez temos ouvido Manuel Alegre e Ana Gomes testemunhar as contrariedades no interior do PS. Por outro lado, fiquei a saber através do programa, que afinal, não fui só eu que achei a Cimeira UE-Rússia um fiasco. Judite de Sousa salientou a Vitorino que a Comunicação Social internacional, particularmente a espanhola, tinha referido o vazio de decisões no encontro Durão - Putin - Sócrates. Como é bom não se estar sozinho na "difícil" análise daquilo que entra pelos olhos dentro...
por João Severino às 21:23
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

O que é bom é para se ver (6)


Foto Alex Lemus
por João Severino às 17:09
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Comunicação moderna

Hoje em dia vimos cenários de vida que me parecem preocupantes. Até há pouco tempo os amigos, de qualquer idade, encontravam-se num café, num snack, numa esplanada para trocar impressões sobre o trabalho, as namoradas, os pais, os avós, a política, o liceu, o clube de futebol preferido, as férias, as bebedeiras, as porradas na discoteca na noite anterior, as corridas à frente da bófia, as pinturas, os livros, as exposições, o teatro, os filmes, enfim, um rol infindável de temas, conforme a imaginação de cada grupo de adolescentes, jovens ou adultos.
Ontem vi uma nova forma de comunicação: três amigas entre os 30 e 40 anos combinaram encontrar-se para mais uma sessão de corte-na-casaca ou de afianço de língua. Cada uma foi chegando à esplanada, cumprimentaram-se com um sinal de mão porque já vinham a falar ao telemóvel, sentaram-se, pediram um sumo sempre ao telemóvel, beberam o sumo, falaram cada uma sobre um assunto diferente com os seus interlocutores do outro lado da linha. Uma dissecou sobre o seu divórcio e sobre o tema dispendeu 40 minutos. A segunda abordava o tema preocupante de poder deixar o emprego porque o chefe embirrou com ela, passando cerca de 35 minutos ao telemóvel e a terceira telemoveu-se sobre as últimas compras que fizera no Colombo e Corte Inglês durante 45 minutos. No final, ouviu-se de umas para as outras "Então, tudo bem? Temos de ir, não é?"...
por João Severino às 16:22
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Prá boca (1)


Toda a gente gosta de comer ou sente necessidade de mastigar. E ainda existem os bons garfos que adoram experimentar restaurantes que lhes são recomendados, nem que seja na Conchichina.
Hoje venho recomendar-vos uma tasca. Especial, alentejana. Se for passear ao Alto Alentejo não deixe de ir até Avis. Ali encontra na Rua do Comércio, Santo António de Alcórrego, a TASCA DO MONTINHO. Sente-se à mesa e peça para falar com a Dona Maria José Pexirra, uma das cozinheiras do restaurante, e pergunte-lhe o que é que ela recomenda.
A TASCA DO MONTINHO tem realmente um ambiente familiar, composto por duas pequenas salas, numa delas até pode acompanhar o futebol, caso o seu clube jogue nesse dia. Ali pode provar as melhores Migas de Espargos do nosso país. E ainda pode escolher Migas de tomate com carne de alguidar, as de mioleira e as mais tradicionais passadas na sertã. Pratos de caça, da época, são abundantes, mas a lebre com feijão e a perdiz estufada são de chorar por mais. E ainda há vitela estufada, , feijoada, cozido de grão e ensopado de borrego. O seu horário é das 12.00 às 15.00 e das 19.00 às 22.00 horas, de terça a domingo. Aceita todos os cartões de crédito e tem um preço médio de 17 euros.
por João Severino às 14:50
link do post | comentar | favorito
| partilhar

O que eles dizem (2)

"Numa auto-estrada vamos de carro de forma facilitada até um destino. Numa auto-estrada do mar é a mesma coisa"
Ana Paula Vitorino, secretária de Estado dos Transportes

"Desburocratizar as cabeças é fundamental. A Administração Pública não pode continuar a tratar os investidores como bandidos e vigaristas"
Jorge Rebelo de Almeida, presidente do grupo Vila Galé

"(Paulo) Bento tem Mundo suficiente para perceber que uma derrota não é o fim do Mundo mas que também não deve ser encarada com a leveza com que se olha para um jogo de computador"
António Tadeia, comentador desportivo

"Uso calças porque gosto pouco de as baixar"
Rosado Fernandes, professor universitário jubilado

"A maionese é uma boa metáfora principalmente quando deslaça"
Ana Sá Lopes, jornalista
por João Severino às 14:30
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Portas marca pontos

Paulo Portas jogou uma cartada de grande vulto. Veio chamar a atenção que a ministra da Educação, mais uma vez, tomou medidas desajustadas no Ensino. Desta vez, Maria de Lurdes Rodrigues promoveu o facilitismo na frequência dos alunos às escolas, assim algo a modos de os alunos faltarem e passarem de ano sem problema, porque no fim do ano não haverá chumbo por via de se ser faltoso. Naturalmente que o CDS saiu da toca e Paulo Portas fez muito bem em sublinhar que a ministra está cada vez mais a deteriorar o sistema. E se a posição de Portas nos merecesse algumas dúvidas, eis que, o insuspeito José Miguel Júdice (unha com carne com Sócrates), veio, esta manhã, aos microfone da Antena 1 desancar na ministra com uma força tal que o D. José ia caindo do cavalo abaixo em plenas obras do Terreiro do Paço. Júdice também concorda com Portas e acha que a ministra está a provocar uma "balda" no Ensino que lá chegará o dia em que os professores estarão nas aulas a falar para o boneco...
por João Severino às 14:02
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

As escolhas de Marcelo (2)


O professor Marcelo Rebelo de Sousa apresentou-se ontem na RTP mais comedido, sem no entanto, criticar os "bicéfalos" do PSD, afirmando que Santana Lopes fez saneamento quase selvagem nas comissões parlamentares e que Filipe Menezes anda armado em anjinho. No entanto, o ilustre comentador ao concordar que o resultado das sondagens, que indicam uma queda do PS e de José Sócrates, se deve ao aumento do desemprego, lá foi dizendo que Luís Filipe Menezes representa "um cartão amarelo muito forte, alaranjado" ao Governo. Um resultado que, para o professor, "é o abrir a hipótese a Menezes de não apenas tirar a maioria absoluta, mas de ganhar" nas eleições legislativas de 2009. Ganhar, professor? Mas como é que mudou de ideias tão depressa? Então, o presidente da Câmara de Gaia não é um populista barato com poucas hipóteses de se transformar num homem de Estado? Querem ver que tudo isto ainda acaba com o primeiro-ministro Filipe Menezes a apoiar a candidatura presidencial de Marcelo Rebelo de Sousa?
por João Severino às 11:47
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Por mares nunca dantes blogados (3)


A Mercearia das Loucuras

Façamos algumas contas de mercearia, lápis atrás da orelha, e examinemos a qualidade do produto encomendado.
Realizou-se ontem a cerimónia de abertura dos segundos Jogos Asiáticos em recinto coberto. Fogos, artistas convidados, acrobacias, coreografias, viu-se de tudo no Estádio de Macau, na Taipa. Tudo preparado ao pormenor, sem olhar a despesas, para inglês ver. Inglês não, belga. O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) Jacques Rogge foi um dos convidados.
Antes do início da cerimónia houve uma ameaça de bomba. As autoridades investigaram e viram que se tratava de falso alarme. A ameaça surgiu numa página da internet, e fazia referência a duas bombas colocadas no estádio. Depois de localizada a sua origem, foi detida uma mulher de cerca de 30 anos, que se suspeita não ter relação com a ameaça. Confuso, e uma prova de que a segurança foi mesmo reforçada. É contudo estranho que pela primeira vez desde que me lembro, há uma ameaça de bomba em Macau, e logo neste evento.
Quanto aos jogos em si, e à sua importância no panorama desportivo mundial, são uma nulidade. Acho bem que Macau se afirme, que traga eventos, que não há preço que pague a publicidade, e todas as outras justificações para este tipo de despesismo. Mas no que toca à qualidade do evento, ao retorno, aos benefícios que traz ao turismo do território, é melhor nem falar. Acredito mesmo que muita gente, para não dizer a grande maioria, que esteve ontem na Taipa, não vai assistir a um único evento dos jogos. Rogge está em Macau muito provavelmente porque não tem mais nada que fazer, e a importância da sua vinda prende-se com a possibilidade do actual presidente do COI poder integrar a RAEM na grande família olímpica. Mas o que acontece se não o fizer?
As modalidades são outro senão dos jogos. Tirando o futsal, são experimentalismos bacocos que nem se sabe bem como chegaram a ser considerados "desportos". Jogos electrónicos? Um paraplégico ou um obeso podem ser "ases" nesse "desporto". Basta saber jogar empacotados da EA Sports, como o NBA2007 ou o FIFA2007, que qualquer um pode "treinar" em casa. Não me surpreende que Macau tenha sido goleado nos jogos de "futebol em bicicleta", pois nunca vi ninguém jogar à bola com bicicleta, nem em Macau, nem em lugar algum. De resto temos desportos com nomes como "Kurash" ou "Kabbadi", que mais parecem nomes de pratos da deliciosa cozinha indiana, em que brilham os "atletas" daquele sub-continente.
Acho óptimo que Macau se equipe de infra-estruturas desportivas de qualidade, cujos benefícios são já bastante significativos. Há dinheiro para fazer tudo e muito mais, mas não me falem de lucros, retornos, prestígio ou benefícios. Só que nesta mercearia, o patrão que é o povo, gosta de contas bem feitas. Se a piscina custa x, não é de ânimo leve que o merceeiro venha a saber que teve de pagar x ao quadrado. Se determinados jogos custavam y, só se pode considerar escandaloso que acabem por custar y ao cubo. Há dinheiro pois, mas não é para deitar fora.
Chega de fugas para frente, que sempre que acontecem não dá para ver bem o que fugitivo leva na mão. Também já é tempo de algumas pessoas perceberem que para que os comboios cheguem a horas não basta fazer anuência aos senhores que tomam as decisões, sem se questionar porque o fazem ou como o fazem. Em vez disto temos a política do "todos caladinhos, que os senhores sabem muito bem o que fazem". E se por acaso tendes o direito de falar (apoiados por potências estrangeiras que tentam destabilizar Macau?) é porque aqui é uma democracia, infelizmente. Isto são provavelmente influências, directas ou indirectas, de uns certos estagiários que vieram para Macau aprender sobre a liberdade.

In Leocardo (Recomendo)
por João Severino às 11:28
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

Blogando com prazer (4)


Certezas temos algumas. Que um criminoso é como a masturbação, tem de se pôr a mão no gajo. Que a transparência é como a temperatura, só é tolerada até certo grau. Que as nossas fêmeas são as mais belas de todo o Universo.

Álvaro Damiaças, in Nos Cromos do Cosnos (Recomendo)
por João Severino às 11:21
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Delícias para a visão (7)


Foto Ivete Miller
por João Severino às 11:16
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Rica imagem

Muitos factos que se deparam no nosso quotidiano são absurdos por estupidez natural. Não querem saber que o Governo Sócrates encomendou um estudo para indagar da imagem do sector público? Total absurdo. Alguma vez seria necessário um estudo para se saber a nossa opinião sobre o modo como somos tratados nas repartições públicas? Será que o Governo nunca soube o que se passa nos balcões dos hospitais públicos, das repartições de Finanças, na Direcção-Geral de Viação, da ADSE, da Segurança Social, das esquadras da PSP e da GNR, dos Centros de Emprego, etc? Será possível? Pelos vistos, não. E por isso é que o inquérito levado a efeito pela Universidade Católica concluiu que três em cada quatro portugueses consideram que a administração pública funciona "pior" ou "muito pior" do que o sector privado. O referido inquérito traça um retrato pouco favorável dos serviços do Estado, com "funcionários a mais" e a "trabalhar mal".
O que deixei escrito serve bem de intróito pra repudiar vivamente a intenção de este Governo inserir no próximo Orçamento de Estado mais de 190 milhões de euros para serem gastos em novos estudos, inquéritos e consultorias. Inquéritos e estudos? Façam-nos a quem passa na rua. Poupem-nos a gastos supérfluos...
por João Severino às 10:50
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Cristina vencedora


Os noticiários internacionais abriram esta manhã com a vitória de uma mulher para presidir aos destinos da Argentina. Boa! Cristina Kirchner venceu as eleições presidenciais com mais de 43 por cento dos votos. É uma advogada que prefere a rotura do que as falinhas mansas. Que sabe perfeitamente que a Argentina bateu no fundo em 2001 e que o povo passou muito mal. Que nada aprendeu com o seu marido, antes pelo contrário, quer fazer melhor porque sabe mais de política social. E em entrevista à revista Time colocou os pontos nos iis relativamente aos Estados Unidos, dizendo, "quem escolhe os amigos da Argentina são os argentinos"...
Mais uma mulher bonita, (é sempre meio caminho andado para a vitória, excepção no caso de Ségolene Royal) que sucede no cargo presidencial ao marido, depois de termos visto Eva Péron, possivelmente Hillary Clinton (já lhe chamam Mrs President) e agora a "Senhora Kapa". Parece que o ditado cumpre-se a rigor: por trás de um grande homem está sempre uma grande mulher.
por João Severino às 10:27
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar
Domingo, 28 de Outubro de 2007

O que é bom é para se ver (5)


Alice Dodd
por João Severino às 18:38
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Óscar Cardozo será do Benfica?

Esta tarde, quando saí à rua, em Lisboa, resolvi perguntar às pessoas se conheciam o Óscar Cardozo (com z)?
Na Praça de Londres: "Penso que é um tipo que joga no Benfica!"
Na Alameda Afonso Henriques: "É o avançado do Benfica!"
Na Praça da Figueira: "É aquele que marcou um golão ao Celtic!"
Na Rua Augusta: "É paraguaio e é o melhor avançado do Benfica!"
Em Alfama: "Conheço dois! O jogador do Benfica e o homem das guitarras!" Ops!, digo eu. Até que enfim que encontro uma pessoa culta.
É verdade. Óscar Cardozo é o guitarreiro mais procurado pelos músicos portugueses. Hoje em dia faz mais de 80 por cento dos instrumentos (guitarras e violas) utilizados pelos intérpretes nacionais. O segredo da criação aprendeu-o com o pai, Manuel Cardozo. Desde os 13 anos que se agarra à lixa com uma guitarra na mão. São guitarras personalizadas onde o som tem que estar em equilíbrio com a natureza, com o espaço, com o cosmos, o universo. O artista disse à revista Actual, suplemento do Expresso que quer "o som do outro mundo e esse é um processo contínuo de procura".
Na criação das guitarras o artista usa, para além das madeiras tradicionais, a fibra de carbono e até o aço inox. O seu último trabalho foi para as mãos de Pedro Jóia, com que este gravou À Espera de Armandinho. Não sei se o guitarreiro Óscar Cardozo será do Benfica...
por João Severino às 17:45
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

Diga lá trezentos e trinta e três (7)

- Ó Castro, diz aqui no jornal que os mosquitos na Madeira estão sob controlo!
- Mas agora chamam mosquitos aos deputados?...
por João Severino às 16:39
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Diga lá trezentos e trinta e três (6)

- É pá, sabias que já temos mais de onze mil caixas de multibanco em Portugal?
- Tanta caixa para nada!
- Para nada?
- Sim, pá! Ontem nem uma funcionava...
por João Severino às 16:34
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Mourinho a caminho de Milão?


José Mourinho poderá chegar a acordo com o AC Milan a fim de treinar o campeão europeu em título. Segundo as nossas fontes, esta tarde, após a derrota do Milan no seu estádio (0-1) contra o Roma, a contar para a Liga italiana, os responsáveis do clube vermelho e preto teriam decidido contactar com o representante de José Mourinho, no sentido de saberem se o técnico português aceitaria um vínculo com o clube italiano.
por João Severino às 16:00
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Elvis e Fátima


Sabia que o rei do Rock' n Roll tinha gravado uma composição dedicada a Nossa Senhora de Fátima? Não? Pois fique ciente que Elvis Presley gravou uma canção de homenagem a Fátima, inspirada na Avé Maria. A amizade entre Elvis e Lee Denson, compositor norte-americano crente nos fenómenos de Fátima, levou a que o famoso cantor se tornasse num veículo privilegiado de expressão de fé na Virgem. A composição da música dedicada ao Milagre do Rosário foi gravada em 1971 e a letra da canção foi inspirada na oração Avé Maria.
por João Severino às 15:43
link do post | comentar | favorito
| partilhar

PSL popularíssimo

Digam o que disserem de Pedro Santana Lopes, mas o homem é mesmo popular e deixa as mulheres com olho regalado. Esta manhã, PSL no seu melhor, descontraído, casual, de jeans, blusão de cabedal, tipo Steve McQueen, a tomar o cafézinho numa pastelaria da avenida de Roma.
Bem, nem imaginam. Passou um casal com filhos, foi o marido a chamar à atenção da mulher e dos pequenos "Olha, é o Santana Lopes!". Os putos voltaram para trás e foram ver o político de perto a certificarem-se que era mesmo o líder parlamentar do PSD de pele e osso. Passam duas balzaquianas com uns 45 anos e ouve-se "Olha, olha, é o Santana, está lindo!". Passam duas jovens e ficam embasbacadas a olhar o semblante altivo de PSL "Vou cumprimentá-lo! Sabes, que estive a falar com ele na Lisboa Moda?". De repente chega um cliente habitual do café, um homem aí com 65 anos "Bom dia, senhor doutor! Como tem passado?". PSL responde, cumprimenta, acena, tira os óculos escuros, dá gorjeta e sai. Vai à papelaria do lado comprar os jornais e revistas e ainda há quem o siga e que o queira ver de perto. Melhor, nem o Jackie Chan.
por João Severino às 15:18
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Por mares nunca dantes blogados (2)

  • Se costuma sofrer de insónias, então esta dica é para si! Desfrute das propriedades calmantes e relaxantes da melissa, também conhecida por erva-cidreira!
  • Para tal, experimente, antes de se deitar, tomar um banho de imersão, ao qual deve juntar uma infusão de um litro de água com algumas folhas de melissa (erva-cidreira). Se preferir, coloque o litro da infusão sobre si, na parte final do duche!
  • Se optar pelo banho de imersão, opte por água morna, já que a água muito quente provoca dilatação dos vasos sanguíneos e, consequentemente, uma descida da tensão arterial!
  • Pode também colocar na água algumas gotas de óleo de amêndoas doces, o que ajudará a nutrir a pele, e é especialmente aconselhável para quem tem a pele muito seca!
  • E não se esqueça de aproveitar a água da banheira para colocar na sanita - nada como evitar desperdícios!
Mónica Lice, in Mini-Saia
por João Severino às 11:39
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Blogando com prazer (3)

Aldrabice

Há uma semana, quando comprei o Expresso, deram-me um cartão que garantia a oferta de um DVD na compra da edição seguinte - a de hoje.
Esta manhã, na tabacaria do costume, preparo-me para comprar o Expresso, estendendo o cartão na expectativa de receber o DVD.
Diz-me o Sr. Fernando: "Já não há. Eles não mandam quase nada disso. É tudo uma aldrabice."
Olho em volta: há uma pilha enorme de exemplares do semanário do doutor Balsemão.
Agradeço e saio sem o jornal.
Passo por um quiosque, acontece o mesmo: imensos Expressos, nenhum DVD.
Decido já não comprar o jornal.
E nem é por causa do filme que prometeram e não dão - A Queda, que até já vi. É porque não gosto que me tomem por parvo com estratégias comerciais de "chico esperto".

Pedro Correia, in Corta-Fitas
por João Severino às 11:19
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Diva literária


Lídia Jorge entra no café
O seu ar altivo, presente, limado

Um café Luanda na avenida de Roma lisboeta com marcas africanas nas paredes
Mesas quadradas, duplas, com torradas e chá para Lídia

E eu ali mesmo ao lado

Lídia folheia inúmeras resmas de papel, escritas, bem escritas de cultura, de vida, de história, de estórias, de romance

E eu ali mesmo ao lado
A pensar que gostaria de lhe dizer que era a pessoa que há meses a entrevistou, via telefone, numa estação de rádio algarvia

Lídia ri, conversa, simples humana de pele hidratada que demonstra amor pelos filhos
Vem a filha, vem o filho, vem o editor
As palavras dedilham-se como notas musicais porque está em causa a revisão das frases, das palavras, do novo romance de Lídia

E eu ali tão perto da nova diva literária
Reconhecida pela sapiente inspiração, premiada pelo que nos oferece de bom

E eu ali tão perto com vontade de lhe pedir um autógrafo
por João Severino às 10:50
link do post | comentar | ver pauladas (6) | favorito
| partilhar

Marinha inaplicável


Há uns anos apareceram uns jovens nas praias da Austrália em cima de umas tábuas feitas pelos próprios que seguiam no cimo das ondas. As fotografias de tal novidade percorreram o mundo e logo se fixou o comentário geral: " Mas que grandes malucos!". Pois é, os "malucos" deram lugar a uma das modalidades desportivas mais saudáveis para a juventude e hoje o SURF está enraizado em todas as praias do mundo onde as ondas são "bué" de escorreitas.
Em Portugal, especialmente no Algarve, os surfistas estão fartos de salvar vidas de banhistas mais atrevidos e que nada percebem dos perigos existentes no mar. Não há semana em que os monitores dos filiados na Associação das Escolas de Surf do Barlavento Algarvio não socorram banhistas das águas traiçoeiras das praias entre Sagres e Aljezur. O presidente da referida Associação vai mais longe e afirma que se o Algarve quer turismo todo o ano terão de ser implementadas mudanças radicais no tipo de informação que se presta ao utente das praias e defende que seja concedido aos surfistas "poder, tal como têm os nadadores-salvadores, para utilizar um megafone e alertar os banhistas para qualquer situação de risco". Aqui d'El-Rei!!! Que ideia mais estúpida!!! Calem-se os surfistas!!! São as vozes que imediatamente se fizeram ouvir do Comando da Zona Marítima do Sul. A Marinha acha que os surfistas são estúpidos e diz que a ideia é inaplicável. O que eu penso é que esta Marinha, que todos os anos deixa morrer homens, mulheres e crianças nas nossas praias, já é "inaplicável" num país que pretende avançar no tempo.
por João Severino às 10:09
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Diga lá trezentos e trinta e três (5)

- Ó Carlota, tu já viste aqui no jornal o desplante do Saramago?
- Não! O que é desta vez? Mais uma integração em Espanha?...
- Nada disso! Diz que nunca leu Miguel Sousa Tavares nem Rodrigues dos Santos!
- Por isso é que ele escreve tão mal...
por João Severino às 10:01
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Delícias para a visão (7)


Foto Madalena Palma
por João Severino às 09:59
link do post | comentar | ver pauladas (7) | favorito
| partilhar

Gralhas

Depois de mais de vinte anos a trabalhar e a dirigir jornais tenho um grande desgosto quando vejo os chamados jornais de referência cheios de gralhas. Há uns tempos encontrei um companheiro que me disse que no jornal onde trabalha nem existe um revisor. Isto é ofensivo para quem compra o jornal e demonstra uma falta de consideração, em primeiro lugar, pelos próprios que dirigem as publicações. Afinal, onde está a tão apregoada função dos jornais de instruir e de enriquecer os conhecimentos linguísticos do leitor?
Um dos jornais que insere quase todos os dias várias gralhas, diga-se erros ortográficos, é o Diário de Notícias. Na edição de hoje podemos ler o título garrafal da entrevista a José Saramago escrito do seguinte modo: "Mesmo que me dê decepções o comunismo é uma convição". A palavra convicção escrita com um cê a menos. Fico na dúvida se é gralha, típico esquecimento de uma letra ao correr do teclado, se falta de conhecimento linguístico de quem fez o título ou se algum brasileiro a trabalhar na redação, perdão, redacção.
Sinceramente o que eu gostava mesmo era que o DN me contratasse agora apenas para rever todos os títulos nos fechos das páginas e garanto que não haveria falhas. Dá dó ver este panorama da nossa imprensa.
por João Severino às 09:47
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Sábado, 27 de Outubro de 2007

O que é bom é para se ver (4)


Foto Carlos Pereira
por João Severino às 22:03
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

A língua

Esta noite veio mais uma vez o provedor do telespectador da RTP à colação para justificar o tacho. É uma conversa de chacha que obriga a mudar de canal. Quando começou a falar-se dos pontapés que se dão na língua portuguesa no dito canal, e não só (RTP2 e RTP N), onde nem o professor Marcelo escapou, mudei de canal porque esses pontapés na gramática são dados todos os dias e não vejo por lá "massagistas" que consigam melhorar o mal. Por outro lado, seria bom que os provedores, tanto da rádio como da televisão, começassem a responder aos e-mails que lhes são enviados.
por João Severino às 21:53
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar

Blogando com prazer (2)

Pinto Monteiro e a verdade

Aquilo em que muitos viram uma ligeireza do PGR numa matéria que o PR considerou «delicada», foi recuperado como se tivesse sido um acto intencional praticado de caso pensado para gerar um «alerta» sobre a questão das escutas telefónicas. Daí a AR convoca o PGR para lhe pedir explicações sobre o assunto. O momento é exemplar. Pinto Monteiro é juiz conselheiro, desempenha funções num dos lugares de vértice da Justiça portuguesa. Exige-se-lhe probidade, honestidade, e não duvidamos que tenha tais qualidades em altíssimo grau.
Por isso, quando se sentar ante os políticos deputados, para se explicar, deve marcar a diferença começando por clarificar: ou aquela do ruídos no telemóvel lhe «saíu», ao baixar as guardas da atenção ante a amabilidade dos entrevistadores, ou é, como prontamente disseram alguns dos exegetas do seu pensamento, algo que disse pensando no que dizia e nas consequências desejadas do dizer.
Não há outra via: a verdade está diante dele, como um espelho ante a sua imagem! Se fosse mais um dos muitos políticos, Pinto Monteiro teria várias formas de dar a volta ao dito, ao sentar-se entre os deputados. Esperamos que não o seja e diga o que foi tal como é!
Entrar em sofismas argumentativos e justificativos iria torná-lo igual ao que não desejará ser.

José António Barreiros, in A Revolta das Palavras
por João Severino às 19:11
link do post | comentar | favorito
| partilhar

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

widgets

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

links

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

visitantes


widgeo.net

tags

todas as tags