Terça-feira, 30 de Setembro de 2008

Jovem sobrevive com faca espetada na cabeça


A polícia inglesa divulgou imagens chocantes do raio X tiradas a um jovem de 16 anos que foi atacado em Londres com uma faca e que ficou espetada na cabeça, a fim de servir como aviso aos perigos do crime com armas brancas.

Em Novembro passado, o jovem tinha sido levado para o hospital com a faca espetada na medula cerebral sobre os olhos após o ataque de que foi alvo no supermercado Tesco, em Southwark. A polícia anunciou que o jovem tem recuperado e continua sob vigilância médica.



tags:
por João Severino às 23:56
link do post | comentar | favorito
| partilhar

O livro é cultura (12)

"Elogio do Passeio Público abre um capítulo novo na literatura portuguesa contemporânea", por Baptista Bastos








Filipa Martins
por João Severino às 23:42
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Vale tudo


Vale e Azevedo continua na maior. Devia 400 mil euros da renda de casa, mas isso não o preocupou. A culpa é do senhorio e já debandou para um hotel londrino de luxo onde ficará provisoriamente a preparar a ida para uma nova mansão num bairro da alta sociedade. Vale continua a dizer a Azevedo que... vale tudo!
tags:
por João Severino às 19:22
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Sócrates falou

Ontem chamámos à atenção do primeiro-ministro José Sócrates que deveria falar aos portugueses para lhes dar uma satisfação sobre a crise económica que está a atingir o nosso país, à semelhança do resto do mundo. Como Sócrates lê todos os dias este blogue... veio imediatamente dizer de sua justiça.
José Sócrates, afirmou hoje que as famílias portuguesas com poupanças podem estar tranquilas apesar do actual quadro de crise e elogiou a capacidade de resistências das instituições financeiras nacionais. As declarações do primeiro-ministro foram proferidas na Feira Internacional de Lisboa, após ter presidido a uma cerimónia de assinatura de um contrato entre o Governo e a Associação Industrial Portuguesa (AIP) para formação de trabalhadores de pequenas e médias empresas. Interrogado sobre um possível agravamento da crise financeira mundial, o primeiro-ministro responsabilizou os Estados Unidos, sustentou que Washington tem a obrigação de tomar medidas para suster a propagação da crise, mas enviou uma mensagem de tranquilidade para Portugal.
«Quero tranquilizar as pessoas quanto às suas poupanças. O sistema financeiro português tem demonstrado uma boa resistência às consequências da turbulência e das incertezas nos mercados financeiros internacionais», declarou Sócrates.
Segundo Sócrates, as actuais restrições ao crédito «afectam todos os bancos europeus».
tags:
por João Severino às 18:55
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Bolsa de Lisboa fecha trimestre com saldo negativo de 10%

A última sessão de Setembro foi bastante agitada. Várias empresas cotadas conseguiram valorizações acentuadas, permitindo ao PSI-20 fechar em alta de 1,87%, ganho que ainda assim foi insuficiente para apagar o mau desempenho ao longo de todo o mês que agora termina. No acumulado, o trimestre foi, também ele, negativo, com o índice principal a deslizar quase 10%.
tags:
por João Severino às 18:51
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Marcelo pode ser corrido da RTP


"Acho bem que em ano eleitoral a RTP diversifique o comentário político, mas também acho muito original que a ERC (Entidade Reguladora da Comunicação Social) me identifique como representante do PSD", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa ao Expresso, num comentário à última deliberação da reguladora dos media.

No relatório intercalar de avaliação do pluralismo político-partidário divulgado esta semana, a ERC diz que a RTP deve "promover uma representação mais plural de forças e sensibilidades político-partidárias". O que mereceu da RTP um comunicado a pedir esclarecimentos à reguladora.

Certo é que a direcção da televisão pública já decidira diminuir, depois de sucessivas insistências da ERC neste sentido, o tempo de antena de Marcelo para o equilibrar com o de Vitorino. E em preparação está uma nova grelha de comentário político que deverá dar espaço aos outros partidos durante o ano eleitoral que aí vem.

O professor, cujo comentário dominical na televisão pública foi reduzido no regresso de férias em 10 minutos - passou dos 35 habituais para 20/25 minutos, para ficar mais equilibrado com os 15/20 que o socialista António Vitorino ocupa à terça-feira -, acha bizarro verem nela uma mera voz do PSD quando até Luís Filipe Menezes, ex-líder daquele partido. "fez o que pôde" para ele sair. Nada que tenha impedido a ERC de o identificar como o rosto do que a reguladora considera ser um tratamento de vantagem ao maior partido da oposição no comentário televisivo.

"Só espero que isto não seja pretexto para mais à frente a ERC querer que a RTP acabe com o meu programa", avisa Marcelo.


por João Severino às 18:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Não é preciso alarme


photo AP

Luanda é uma cidade onde impera o crime. O roubo de carros acontece todos os dias. Mas há um luandense que não está nada preocupado com o seu Audi TT (o rapaz serve-se bem). É conhecido nos meios nocturnos como o Zé da Muamba. Durante o dia quando vai tratar dos "negócios" tem um sistema eficientíssimo para a segurança do seu 'bólide' que são duas cobras píton, tipo jibóia. Cada uma tem cerca de 3,5 metros e o Zé da Muamba apenas diz: "Ninguém tem coragem de entrar no meu carro"... pudera!


tags:
por João Severino às 17:32
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Crowe e Kidman passam a sogros

photo AP

Os actores Russell Crowe e Nicole Kidman já não sabem com que se entreter e, então, resolveram brincar aos casamentos dos filhos. Russell Crowe disse que Nicole tinha olhado para o seu filho Tennyson, de dois anos, que ficou deslumbrada e que lhe transmitiu que o seu filho seria a carinha laroca ideal para casar com a sua filha Sunday Rose, nascida há apenas dois meses. Resumindo: Crowe quis dizer aos jornalistas que ele e Nicole vão ser sogros...
tags:
por João Severino às 17:02
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Alexandra Bento: cereais, pipocas e diabetes

Alexandra Bento





Em
Portugal ainda não existe a noção de que a Diabetes é uma das doenças mais perigosas e mais destruidoras do ser humano. Os vários governos também nunca se preocuparam em alterar a situação e criar mecanismos de verdadeiro apoio aos diabéticos. Não se admite, por exemplo, que um diabético tenha de pagar os seus medicamentos obrigatórios e contínuos até à morte. Os nutricionistas têm sido uma voz quase solitária no deserto da luta por melhores condições em favor dos diabéticos. Ainda hoje foi divulgado um relatório internacional que indica Portugal como o pior país da Europa no que respeita à sensibilização da diabetes.
Alexandra Bento é presidente da Associação Portuguesa dos
Nutricionistas e colocou o dedo na ferida nas páginas do DN. O país tinha ficado espantado com a informação de que cem gramas de cereais para crianças continham 36 gramas de açúcar. Uma autêntica calamidade.
Alexandra Bento foi bem clara sobre o perigo que correm as crianças ao ingerirem cereais sem controlo e sem selecção. "O pior é que as crianças comem cereais como se fossem pipocas", sublinhou a
nutricionista. Ao ser interrogada sobre a importância dos nutricionistas na escolha dos ingredientes de produtos como cereais, Alexandra retorquiu: "Seria altura de todas as indústrias alimentares terem uma equipa de nutricionistas". Tenho pena que as vozes lúcidas não cheguem ao céu, porque essas indústrias estão muito mais interessadas em despedir trabalhadores do que contratar equipas de nutricionistas...
tags:
por João Severino às 16:16
link do post | comentar | ver pauladas (5) | favorito
| partilhar

Terras de Portugal que visitam o PPTAO (13)

ALPEDRINHA, Fundão
tags:
por João Severino às 15:05
link do post | comentar | favorito
| partilhar

A melhor música




As melhores canções, as melhores bandas, os melhores intérpretes, um menu completo de música e interpretação com qualidade está no blogue OMISSÃO IMPOSSÍVEL, a melhor visita que se pode efectuar quando não se pretende estragar o aparelho auditivo.
Não deixe de ouvir o que é bom em http://omissaoimpossivel.blogspot.com
tags:
por João Severino às 14:54
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

Insólito e risível...

Depois das ourivesarias, gasolineiras, bancos e supermercados agora temos o assalto mais insólito e risível. Um indivíduo assaltou as instalações do departamento do combate ao banditismo da Polícia Judiciária, em Lisboa. Nem mais, a própria Polícia Judiciária ficou sem muitos valores e objectos de vária ordem que o assaltante conseguiu levar após a escalada do edifício. O assalto decorreu no sábado passado. Pelos vistos, na PJ o fim-de-semana é mesmo de portas fechadas. Abertas, só para os assaltantes de grande coragem...
tags:
por João Severino às 14:01
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Bocas na rua (107)

- Ó Sabino, já sabes que os remédios comprados na Net são muito perigosos?!
- Então, não sei!... Aquilo vem tudo cheio de vírus...
tags:
por João Severino às 11:52
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

Os fantasmas

1. A crise económica está aí em todo o seu negro esplendor. Algo de muito grave se está a passar e o cidadão comum ainda não percebeu a dimensão da tragédia que poderá vir a cair-lhe em cima. Esta manhã escutei no café uma conversa exemplar entre dois indivíduos que se interrogavam sobre falências de bancos, de seguradoras, de financiadoras; de como poderiam ou não ficar sem casa, sem carro e sem dinheiro. Não possuiam grandes conhecimentos de economia, de mercados internacionais, de bolsas, de off shores, mas iam dizendo que estranhavam muito que nos últimos anos apenas tivessem andado a ouvir da parte dos governantes a ideia de que andava tudo no melhor dos mundos. Os fulanos acham que os políticos mentiram, os economistas mentiram, os fiscalistas mentiram, os auditores mentiram, ao fim e ao cabo, para eles, tudo tem sido uma grande mentira. E remataram a conversa assim: "Agora percebo como é que via milhares de tipos a ficarem milionários de um ano para o outro...".

2. Os riscos da crise económica são elevados. A generalidade dos economistas e comentadores de televisão apenas sabem dizer que "é preciso fazer alguma coisa" para evitar o colapso dos mercados financeiros. Fazer alguma coisa, mas não dizem o quê. O próprio ministro da Economia, Manuel Pinho, habitué da asneira, até teve a leviandade de afirmar que "os tempos de prosperidade acabaram". Este é o mesmo governante que ainda há dias dizia que a nossa economia estava em crescendo, que os investidores estavam aí por todo o lado, que a crise não atingia Portugal e outras diatribes verbais à la maitre Pino (Pino como o seu camarada Chávez lhe chama).
Uma recessão das principais economias mundiais parece inevitável, como salientou o professor Álvaro Santos Pereira da Universidade da Califórnia, mas o mais grave é que nenhum dos intervenientes deste capitalismo que nos vendertam ao longo dos tempos apresenta uma qualquer solução para o problema. Aonde estão, afinal, as tais grandes "cabeças" que nos têm governado ou governado-se?...
tags:
por João Severino às 11:05
link do post | comentar | favorito
| partilhar

João Miguel Tavares não sabe do que fala

João Miguel Tavares é um jovem jornalista a quem embebedaram de vedetismo. O rapaz desde que teve o privilégio de escrever no Diário de Notícias logo pensou que estava no New York Times e que o mundo caira aos pés da sua leitura. À pala disso, tem sido destacado pelo clan dos fabricantes de "estrelas" e de "vedetas" da nossa praça num palanque absolutamente ridículo. E como o jovem Tavares não lhe colhe o ridículo, escreve muitas vezes da forma mais disparatada possível.

Hoje, nas páginas do DN não hesitou em atirar-se a um mestre do jornalismo. Imaginem como a formiga já tem catarro. O jovem Tavares teve o desplante de condenar o ilustre, sério e exemplar Baptista-Bastos, a propósito das casas da Câmara Municipal de Lisboa que teriam sido entregues a muitas pessoas através da "cunha", tal como o o sabichão Tavares sublinha no seu artigo. Mas como é que ele tem provas que foi por cunha que Baptista-Bastos recebeu um simples apartamento? O jovem Tavares não sabe do que fala e devia estar calado. Quer dar nas vistas, quer ser falado, quer ser citado, quer provocar a polémica, quer um mestre do jornalismo a dar-lhe importância e depois sai-se com baboseiras como esta: "O escritor Baptista-Bastos até podia ser ajudado pela câmara. O jornalista Baptista-Bastos, não". Deplorável e desprezível quando um jovem jornalista apenas tem em mente ultrapassar as suas capacidades.
João Miguel Tavares não sabe do que fala e devia estar calado, duas vezes já o escrevi. Porque estou irritado e magoado. Magoado, porque este jovem Tavares envergonha todos os jovens simples, solidários e ávidos de aprender com os mais velhos. Tavares não faz a mínima ideia do que é uma cunha ou o que é uma necessidade. Tavares não sabe o que é passar dias sem comer ou sem lugar para dormir. Tavares não sabe o que é não possuir uma mesa para poder escrever. Tavares não sabe o que é ter mulher e filhos e não lhes poder dar um tecto. Tavares não sabe o que é ter que se dirigir a uma Câmara Municipal, transmitir a sua situação de quase miséria, de jornalista desempregado, de marido-cuidador de uma companheira doente e solicitar uma residência porque acabou de ficar sem os últimos euros de poupança de uma vida de sessenta anos. Tavares não sabe nada disto nem alguma vez sentiu na pele as dificuldades do desespero em função da penúria pecuniária e vem dizer asneirolas pretensiosas. Não recebi qualquer procuração de Baptista-Bastos, nem ele precisa que alguém o defenda. Mas estou a defender todos os cidadãos que têm a honestidade de chegar a uma Câmara e apresentar a sua situação precária e que solicitam um tecto para viver. O jovem Tavares escreveu que o escritor podia pedir uma casa porque deu muito a Lisboa e que o jornalista, não. Defende que o jornalista não pode pedir nada ao poder instituído, correndo o risco de perder a sua liberdade na escrita. Mas quem é que ensinou a Tavares que um jornalista é um ser superior? O jornalista é um cidadão como outro qualquer a quem tudo pode acontecer tal e qual como aos outros semelhantes a quem a má sorte bateu à porta. O jornalista não pede nada ao poder, o jornalista limita-se a interpretar a Constituição que lhe diz ter direito à habitação.
Se Tavares não conhece nenhum jornalista sem casa, sem dinheiro, sem emprego, sem apoio social, sem reforma, eu apresento-lhe um companheiro e calo-lhe a boca para sempre sobre esta matéria.
Há "vedetas" que não têm direito a ser "estrelas" à base da demagogia e do pretensiosismo bacoco. Desejo sinceramente que o jovem Tavares quando chegar a velho não esteja desempregado, pobre e sem casa, para que nunca tenha de escrever um artigo contra um qualquer jovem jornalista que escreva sobre o que não sabe...
por João Severino às 10:12
link do post | comentar | ver pauladas (14) | favorito
| partilhar

A Melhor do Mês (4)

tags:
por João Severino às 01:54
link do post | comentar | favorito
| partilhar

O jornal de hoje (95)

tags:
por João Severino às 01:52
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

O livro é cultura (11)

por João Severino às 22:37
link do post | comentar | favorito
| partilhar

Lisboa precisa...


Esta é a solução ideal para o Terreiro do Paço, Rossio, Martim Moniz, Jardim da Estrela, Campo Grande e Parque das Nações...
tags:
por João Severino às 18:49
link do post | comentar | favorito
| partilhar

A recessão vem aí



não há S.Sócrates, Santa Manuela ou S. Cavaco que nos valha. A recessão vem aí e vai bater forte. Os que se habituaram já a uma refeição por dia estão salvos. Os restantes terão que começar a vender um dos carros, uma das casas, uma das quintas, um dos montes no Alentejo, um dos barcos e a pensar que os fins-de-semana na casa do Algarve vão também acabar. A recessão vai atingir superiormente a classe média-alta. Foi um dos melhores economistas da nossa praça, que me pediu anonimato, que acabou de me transmitir este quadro, depois de ter tido a confirmação que a França e a Espanha estão já em pré-recessão.
Em França a crise financeira e o aumento do desemprego - mais 40 mil pessoas sem trabalho em Agosto, 12 vezes mais do que a média dos meses anteriores - levou esta segunda-feira as autoridades francesas a evocarem abertamente a ameaça de uma recessão no país.
O ambiente era hoje à tarde, em Paris, de visível agitação e inquietação porque da Bolsa também chegavam más notícias. A meio da tarde o indíce CAC 40 perdia 4%, com alguns valores financeiros em queda acentuada - o banco franco-belga Dexia perdia perto de 24%, o francês Natixis quase 17% e algumas outras instituições bancárias enfrentavam perdas entre 6 e 8%, como era o caso do Crédit Agricole e da Société Générale.

Para tentar tranquilizar o país e fazer o ponto sobre a saúde da banca francesa, o Presidente Sarkozy convocou para amanhã, no Eliseu, uma reunião de emergência com os patrões dos principais grupos financeiros. Na reunião estará igualmente em foco o crédito às empresas e aos particulares. Em França, foi até agora o sector do imobiliário o mais atingido pelas dificuldades na atribuição de créditos com uma diminuição de actividade nas transações da ordem dos 35%.

Na semana passada, o chefe de Estado gaulês garantiu que "nenhum francês perderá um euro se um banco ou uma companhia de seguros não puder fazer face aos seus compromissos".
A situação económica e financeira da França levou o conselheiro especial de Sarkozy, Henri Guaino, a dizer que o país se encontra à beira de uma recessão. "A questão, hoje, é saber se esta situação se vai agravar ou se se vai prolongar", acrescentou o conselheiro.
O orçamento francês, que agudiza os défices da França, foi calculado com base num crescimento de apenas 1%. Mas Sarkozy excluiu há dias a necessidade de avançar para uma política de rigor.
Guaino explicou que o Presidente poderá optar por "medidas de relançamento" porque, acrescentou, "o orçamento é modificável". E concluiu: "Esta crise financeira levou-nos ao fim de um ciclo do capitalismo - vamos assistir ao regresso do Estado e, talvez, a uma certa forma de capitalismo de Estado".
Além dos banqueiros e patrões de seguradoras, participam na inédita reunião de amanhã, no Eliseu, o primeiro-ministro, François Fillon, a ministra da Economia e das Finanças, Christine Lagarde, e o governador do Banco de França, Christian Noyer.

Por cá tudo pode ser semelhante por simbiose e não seria má ideia que o primeiro-ministro José Sócrates tivesse uma palavra na televisão pública dirigida aos portugueses no sentido de esclarecer a verdadeira situação e o que poderá acontecer no futuro. Temos aí o exemplo do Presidente Sarkozy, que, sem receio, enfrentou o touro pelos cornos, sem se preocupar se há ou não, lá fora, manifestação anti-touradas...


tags:
por João Severino às 18:18
link do post | comentar | favorito
| partilhar

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

favoritos

Quatro anos depois

pessoalmente

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

tags

todas as tags