Sábado, 30 de Abril de 2011

os boys já dormem descansados

 

> Passos garante não cortar salários, nem despedir para cumprir programa de saneamento.

 

tags:
por João Severino às 23:20
link do post | comentar | favorito
| partilhar

pau mandado

 

 

> Quem será o pau mandado mais radical, mais tachista, mais actuante, mais eficiente?

 

1. Capoulas Santos

2. Jorge Lacão

3. Santos Silva

4. Correia de Campos

5. Basílio Horta

6. José Lelo

7. Vieira da Silva

 

por João Severino às 16:52
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar

catroga chorou

 

 

> Eduardo Catroga entregou ao presidente do PSD o que lhe foi pedido. A estrutura para um programa de governo social-democrata. Ao anunciar que já tinha entregado a Pedro Passos Coelho algo que será analisado pelos dirigentes políticos do PSD, e concretamente ao dizer que esse programa visa dar alguma esperança a Portugal... nesse preciso momento em que falou em "esperança" (Catroga sabe bem que existe muito pouca esperança por parte de todos nós em dias melhores) o respeitado especialista em Finanças comoveu-se e começou a chorar. Eduardo Catroga sabe bem que o país está de pantanas..

 

por João Severino às 16:04
link do post | comentar | favorito
| partilhar

educação sexual no infantário

 

tags:
por João Severino às 15:54
link do post | comentar | favorito
| partilhar

acabou a independência

 

> Portugal como nação soberana acabou. Depois de lermos o 'Expresso' ninguém poderá dizer o contrário de que estamos absolutamente dependentes de interesses estrangeiros. Portugal caíu na miséria. É chocante como um governo deixou o país de tal forma na bancarrota que apenas existem nos cofres dos Estado uns miseráveis 300 milhões de euros. É chocante que em breve a fome alastre por todo o continente e que milhares de portugueses tenham que se refugiar em Espanha como criados, jardineiros, motoristas, mecânicos, pedreiros, serralheiros, agricultores e tantos outros, auferindo um salário três vezes menor que o último recebido em Portugal. É chocante que se tenha roubado tanto dinheiro em consultores, projectos, estudos e quejandos, como foi o exemplo do TGV, nova ponte em Lisboa sobre o Tejo e aeroporto de Alcochete, sabendo-se de antemão que seria impossível construir essas megas obras públicas. Como afirma Eduardo Catroga, há que dar uma pequenina alegria ao povo e responsabilizar criminalmente os responsáveis por todos os desmandos que levaram Portugal à falência. No mínimo.

 

 

EDUARDO CATROGA
“O Governo de José Sócrates devia ir a tribunal. O fartar vilanagem foi uma tragédia nacional”

 

por João Severino às 12:14
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

rigor

 

 

> Fico triste quando verifico que a falta de rigor e de profissionalismo nos média passou a ser uma constante. Esta manhã, mal abri o rádio, sintonizando a Antena 1, estava a ser transmitido o programa "A vida dos sons", durante o qual são relembradas várias personalidades e intervenções sonoras que realizaram durante a sua vida.

Na emissão, os autores do programa abordaram o célebre caso da falsificação de notas de 500 escudos distribuídas em Angola, e foi referido o nome do famoso burlão erradamente como "Alves dos Reis". Os autores nem se preocuparam em verificar a identidade certa da criatura, a qual desde que nasceu se chamou "Alves Reis" (Artur Virgílio Alves Reis)...

 

por João Severino às 11:15
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Sexta-feira, 29 de Abril de 2011

preservativos

 

> A RTP gastou um dinheirão com o seu enviado-especial a Londres para a cobertura do casamento real de William e Kate. Para quê? Para a determinado momento do seu comentário dizer o seguinte: "... foram necessários muitos preservativos"... logo de seguida corrigindo, ao afirmar: "muitos preparativos...".

por João Severino às 20:20
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar

força, andré!

 

 

> André Couto vai iniciar mais um campeonato Super GT500, no Japão. O seu Lexus é um novo carro com uma nova equipa. Força, André! Vamos a eles! Concentração total, meu amigo!

 

por João Severino às 17:12
link do post | comentar | favorito
| partilhar

sócrates

 

> - É pá, ouve aqui, mas não digas nada a ninguém!

 

- O que foi, pá?

 

- O Sócrates foi internado!

 

- O quê? Não me digas!

 

- É verdade, pá! Lá no palácio andava a ouvir passos e portas a bater...

 

tags:
por João Severino às 16:58
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

a bola




> - É pá, não consigo ver a bola?!... Por que será?...



tags:
por João Severino às 15:26
link do post | comentar | favorito
| partilhar

bronca grande

 

> O caso é muito sério e muito grave. Há quem esteja a tratar da impressão de cerca de 200 mil boletins de votos totalmente idênticos aos boletins que serão entregues no dia 5 de Junho aos eleitores. O objectivo é assegurar o voto em determinado partido. O eleitor que desejar ganhar 2.000 euros terá de entregar ao seu interlocutor o boletim de voto em branco que receber da mesa de voto depois de ter levado para introduzir na urna um boletim já com a cruz no partido em causa.

 

por João Severino às 10:04
link do post | comentar | ver pauladas (12) | favorito
| partilhar

aparelho desaparelhado

 

> No interior do Partido Socialista as coisas estão muito quentes. Há brasas que estão mesmo a arder e podem fogachar (este verbo existe?) para a cara do próprio líder. Dizem-me personalidades socialistas que me merecem todo o respeito, porque as conheço há mais de vinte anos, que a coisa está muito feia. José Sócrates apoderou-se totalmente do aparelho do partido e tem controlado tudo ao seu prazer. De uma forma hostil  e até malcriada para quem o critica no interior do partido. Sócrates já chegou a pedir desculpas a quem ofendeu, nomeadamente, a camaradas seriíssimos e com muitos sacrifícios dedicados ao partido.

A lista de deputados para as próximas eleições foi algo de prepotente, formada à base de uma maioria de bajuladores do chefe, a quem tudo pedem e a quem tudo fingem dar. Serão os mesmos que irão tentar apanhar o comboio dos oposicionistas à actual liderança, caso o PS venha a perder as próximas eleições e assim que o partido obrigar Sócrates a demitir-se da liderança.

 

tags:
por João Severino às 09:50
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
| partilhar

bom fim-de-semana

 

por João Severino às 09:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar

boa sorte aos noivos

 

 

 

 

 

> Na minha condição de cidadão australiano, e depois de ter prestado juramento de respeito à Rainha Isabel II de Inglaterra, desejo as maiores felicidades e sorte aos noivos Kate e William.

 

por João Severino às 08:16
link do post | comentar | favorito
| partilhar

sabem quem são?

 

 

> José Sócrates e os seus ministros a assobiar para o lado devido à presença da troika.

 

PAU COMMENTS

 

De a.marques a 29 de Abril de 2011 às 08:08
APETECE-ME DISPARAR TIRO INSTINTIVO DE RAJADA
Com estes mestres e subalternos da canalhice eu digo-lhe nas trombas: Mais uma fantochada que mais parece brincadeira de garotos, com o Senhor Sócrates entretido a jogar ás escondidas com o País. O fulano deve ter uma idade mental retardadamente infantil ao nível de recreio dos matulos repetentes da primária. Mas por favor ninguém chame programa eleitoral a esta manipulação vergonhosa do sempre em pé e sua corte. Quando é que acaba o pornográfico espectáculo de lhe apaparicarem as manhas e apagam as luzes da ribalta que lhe concedem? Tendo eu nascido campónio lá para o meio das estevas nortenhas nunca matei uma galinha. Andei na guerra do ultramar e nunca premi o gatilho. Mas juro solenemente por minha honra que com tanta fantochada nojenta e ordinária, era capaz de apontar (a raiva) bem no centro da testa de certas caveiras vivas. Sangue de pacaça . Atenção a mais uma soberba habilidade engatilhada que virtualmente passo a citar, "Viram o nosso programa? Foi deitado abaixo pelos irresponsáveis que chumbaram o PEC de que já temos saudades, o que nos obriga agora a tomar estas medidas tão gravosas em nome da defesa de Portugal". Ouviram bem? Siga o ensaio que as prisões estão cheias.

 

 

tags:
por João Severino às 00:46
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

armadilha

 

> José Pacheco Pereira é um autêntico study case. Vou mesmo inscrever-me num curso das Novas Oportunidades para estudar Psiquiatria. Então, não é que o professor-historiador-investigador-comentador-blogger-ex-deputado... OPS! Aqui é que está o problema. Passos Coelho passou o tempo a ser criticado pela criatura e, obviamente, despachou-o a grande velocidade da lista de deputados. Sendo assim, assistimos ao mais ignóbil revanchismo por parte de JPP. Ele veio agora dizer que o PSD caíu numa armadilha de José Sócrates sobre o chumbo do PEC 4 e sobre a escolha de Fernando Nobre. Armadilha, não é? E há quanto tempo é que JPP armadilhou o terreno a PPC para que se abra a porta, leia-se pretensão pereirista, a Rui Rio?

 

por João Severino às 00:13
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Quinta-feira, 28 de Abril de 2011

viva, amigos!

 

> Peço desculpa, pelo facto do PPTAO estar suspenso, mas tem sido muito difícil resolver o problema. Em quatro anos foi a primeira vez que este blogue falhou o contacto com os seus leitores. De qualquer forma, penso que perdi o entusiasmo de viver neste país e de voltar à bloga. Hoje, dirigi-me a um cibercafé para responder à correspondência. Depois dos contactos que realizei e após ter passado por esta miserável experiência com a Vodafone, não ficarei com muito entusiasmo de continuar os blogues. Vou tentar realizar um contrato com a FON para poder voltar a ter net e, possivelmente, dedicar-me apenas ao Facebook. Abraço a todos e agradeço os comentários de apoio e até ao "Macaco" desejo muita saúde para me continuar a chatear. Por acaso, até sei quem é o "Macaco(a)". Quando passar pela criatura na rua ela vai saber que eu sei.

Entretanto, comprei um iPhone como podem ver:

 

tags:
por João Severino às 17:23
link do post | comentar | ver pauladas (10) | favorito
| partilhar
Sábado, 16 de Abril de 2011

pptao suspenso

 

> O nosso blogue poderá ficar sem possibilidade de actividade a qualquer momento. Aconteceu que há dois meses recebi uma factura da Vodafone com um numerário para pagar absolutamente fantasioso. Reclamei junto da operadora solicitando que fosse analisado o tráfego de quatro anos de cliente e que era impossível que me fosse cobrado um quantitativo respeitante a horas que nunca poderia utilizar, e que nunca utilizei tais como as horas de almoço, de jantar e depois da meia-noite. A Vodafone comunicou-me que iria investigar. Mais tarde, informou-me que tinha descontado 25 euros na facturação do mês seguinte e que mantinha-se o pagamento "astronómico" em falta. Obviamente, que não concordei.

Ontem, informaram-me que me vão cortar o acesso à rede telefónica móvel e à internet a partir do dia 17 (possivelmente à meia-noite de hoje). Peço imensas desculpas a todos quantos preferem este blogue, mas é completamente impossível fazer frente ao pagamento que a Vodafone me exige. Até breve.

 

tags:
por João Severino às 15:51
link do post | comentar | ver pauladas (19) | favorito
| partilhar

sócrates inaugurou a cril

 

 

 

> Sócrates: Conclusão da CRIL tem "enorme impacto na economia e qualidade de vida".

 

CRIL: 3,6 Km custaram 151 milhões de euros.

 

por João Severino às 12:23
link do post | comentar | favorito
| partilhar

ei guys, onde é que está o frederico gil?

 

 

por João Severino às 12:05
link do post | comentar | favorito
| partilhar

e esta, ein?

 

> Aznar diz que Kadafi é amigo do Ocidente.

 

 

 

 

por João Severino às 11:38
link do post | comentar | favorito
| partilhar

para isto devia ter estado quietinho

 

> António Costa no Intendente com renda de 5600 euros/mês.

 

 

 

 

por João Severino às 11:37
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

cuidado com ela

 

 

tags:
por João Severino às 11:33
link do post | comentar | favorito
| partilhar

f1: mais uma do puto vettel

 

> Há três anos escrevi que o puto Vettel iria ser campeão do mundo de F1. Pensei que o feito acontecesse em 2011. Afinal, o jovem antecipou em um ano a minha previsão. Dirão que tem um bom carro, mas recordem-se como já fazia boa figura quando competia numa equipa de segundo plano. É um fora-de-série muito melhor piloto e analista mecânico que Michael Schumacher. Sebastian Vettel ganha a pole position do Grande Prémio da China.

 

 

 

tags:
por João Severino às 11:21
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

greve à democracia

 

> Marinho e Pinto incita a “uma greve à democracia”.

 

 

 

 

por João Severino às 11:20
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

mensagem da islândia a Portugal

Por Nick Dearden [*]

 

Esta semana testemunhámos duas reacções muito diferentes à dívida europeia. Num extremo da Europa, eleitores da Islândia decidiram mais uma vez não aceitar os termos de pagamento dos seus "credores", os governos britânico e holandês, na sequência do colapso de bancos islandeses em 2008. No outro, Portugal está a ser empurrado para o caminho da terapia de choque pela União Europeia, com o povo desse país excluído de um processo que mudará a sua vida de modo dramático.

Nem a Islândia nem Portugal terão vida fácil nos próximos anos. Mas há um mundo de diferença entre a recusa do povo da Islândia a "pagar por bancos falidos", nas palavras do seu Presidente, e o sofrimento que está a ser imposto de fora a Portugal. O responsável do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, deixou perfeitamente claro que as negociações sobre o futuro de Portugal "não são certamente para debate público".

O povo da Islândia não teve uma reacção automática. As pessoas ali estão bem conscientes de que a recusa em pagar a curto prazo é o caminho menos fácil a adoptar. Um iminente processo judicial por parte do Reino Unido e da Holanda, a reacção negativa de mercados de crédito e o ameaçado bloqueio à sua entrada como membro da UE cobrarão a sua portagem.

Mas para o povo da Islândia a ortodoxia de como se supõe que os países devam tratar de dívidas não é simplesmente enviesada, ela é profundamente injusta, distribuindo de modo não razoável poder e riqueza dentro e entre sociedades. O eleitor de 28 anos Thorgerdun Ásgeirsdóttir disse: "Sei que isto provavelmente nos prejudicará internacionalmente, mas vale a pena tomar uma posição".

Se o povo de um país que realmente entrou na ideologia do mercado livre, dos mercados de capitais desregulados e dos empréstimos baratos pode recusar-se a pagar pelos crimes dos bancos, então pode-se esperar que aqueles que o fizeram menos bem durante as décadas de boom financeiro sintam-se ainda mais entusiasmados.

Na Grécia, tal ira começa a transformar-se num desafio construtivo ao poder das finanças. Centenas de académicos, políticos e activistas apelaram a uma comissão de auditoria da dívida. Tal comissão abriria todas as dívidas da Grécia ao exame público – confrontando directamente o modo como o FMI e a União Europeia trabalham por trás de portas fechadas para impingir os seus muitas vezes desastrosos remédios aos países membros.

Como disseram activistas gregos: "o povo que está destinado a arcar com os custos de programas da UE tem um direito democrático de receber plena informação sobre a dívida pública. Uma Comissão de Auditoria pode começar a corrigir esta deficiência".

. A resolução popular actualmente está a ser reforçada por um sítio web fenómeno – um filme viral chamado debtocracy (governo pela dívida) – que varre a população online da Grécia e convence-a de que foi trapaceada. No princípio do próximo mês activistas de toda a Europa e do mundo em desenvolvimento reunir-se-ão em Atenas para estabelecerem em conjunto um programa que desafiará as políticas do FMI na Grécia.

O acordo de Portugal apenas começa a ser carpinteirado. Tal como na Grécia e na Irlanda, um pacote de salvamento (bail-out) beneficiará primariamente bancos da Europa Ocidental, com €216 mil milhões de empréstimos em aberto a Portugal, ao passo que as pessoas comuns aguentarão um programa de cortes profundos nas despesas, direitos dos trabalhadores reduzidos e privatização generalizada. O responsável do Banco Carregosa , de Portugal, declarou ao Financial Times: "Não é um exagero chamar a isto terapia de choque".

As comparações com países em desenvolvimento são óbvias e os erros ali já estão a ser repetidos. Muitas vezes bancos foram salvos e as pessoas mais pobres do mundo foram empurradas para uma pobreza ainda mais profunda. Países que vão desde Serra Leoa à Jamaica estão a acumular cada vez mais dívidas, sempre mais, para aplacar a tempestade dos banqueiros.

Eis porque deve ser traçada uma linha na Europa. Despejar mais dívida por cima das desgraças acumuladas de Portugal nada fará para ressuscitar a economia. A dívida de Portugal é totalmente insustentável – em grande medida resultado de empréstimos privados irresponsáveis ao longo da última década. Aqueles responsáveis estão a ser salvos, aqueles que não são sofrem as dores. Foi isto que a Islândia recusou-se a fazer.

O povo da Islândia ergueu-se pela sua soberania. O seu futuro parece consideravelmente mais brilhante do que o da Irlanda ou de Portugal. O povo da Grécia está apenas a começar a sua luta. Os resultados terão um impacto monumental sobre o combate contra a pobreza e a desigualdade em todo o mundo.

[*] Director da Jubilee Debt Campaign .

O original encontra-se em http://www.counterpunch.org/dearden04152011.html

tags:
por João Severino às 11:13
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

só faltava esta

 

> Durão Barroso pirou-se para o tacho da UE. Deixou o PSD "orfão" por uns tempos. Anda em campanha eleitoral internacional para ser, um dia, Presidente da República e pensa que pode fazer o que quer da dignidade dos outros. Vejam lá, que o Barroso chegou ao ponto de andar a discutir e todo chateado com Passos Coelho, porque este não fez o que ele mandou...

 

por João Severino às 10:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

aí está ela novamente ao ataque

 

 

> Moura Guedes ataca José Alberto Carvalho e Judite Sousa.

 

 

 

 

por João Severino às 22:53
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

banca encerra bal(c)ões

 

 

tags:
por João Severino às 22:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar

ó ana jorge, não sabes disto?

 

> Maternidade Alfredo da Costa está a pedir donativos aos utentes.

 

 

 

 

tags:
por João Severino às 22:35
link do post | comentar | favorito
| partilhar

intendente

 

> - É pá, o António Costa já se mudou para o Intendente!

 

- O quê, pá?!... O tipo foi às meninas?...

 

© jes

 

por João Severino às 16:45
link do post | comentar | favorito
| partilhar

queridas motos

 

 

tags:
por João Severino às 16:42
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

é pouco...

 

> Sócrates deixa encargos de 9,5 mil milhões de euros ao que vier a seguir.

 

tags:
por João Severino às 16:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar

professor de golfe nos apanhados

 

por João Severino às 16:26
link do post | comentar | favorito
| partilhar

amigos

 

 

tags:
por João Severino às 15:00
link do post | comentar | favorito
| partilhar

devia

 

> Jorge Miranda: Cavaco devia ter demitido Governo após discurso de tomada de posse.

 

 

 

 

por João Severino às 11:12
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

nem tudo é mau

 

> Governo revela melhoria de 1.750 milhões nas contas públicas.

Obviamente, à custa da redução de salários...

 

 

 

 

por João Severino às 11:10
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

como vai a crise, pá?

 

 

tags:
por João Severino às 11:00
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

pedrada de heli

 

> Droga. Helicóptero de empresa algarvia apanhado com 400 quilos em Espanha.

 

tags:
por João Severino às 10:18
link do post | comentar | favorito
| partilhar

como é que não havíamos de ir à falência

 

> Quatro fundações receberam 220 milhões em cinco anos.

 

por João Severino às 10:15
link do post | comentar | favorito
| partilhar

era mais digno deixar o partido

 

> Pacheco Pereira denuncia SMS de silêncio aos deputados do PSD sobre o PEC4.

 

por João Severino às 10:02
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

assistência financeira

 

> No dia em que o Governo demissionário decidiu dirigir à Comissão Europeia um pedido de assistência financeira para atender ao “financiamento da República”, considera o Instituto da Democracia portuguesa (IDP) que chegou o momento para se encarar o médio prazo, para além do ruído de fundo com o curto prazo.
O resgate é um dado adquirido não apenas porque a nossa situação financeira é grave como porque estamos em risco de sermos um elemento pernicioso para a estabilidade da zona euro. Embora as atenções dos portugueses estejam focadas, essa operação de resgate terá um prazo e um objectivo: evitar um desequilíbrio grave na zona euro. O facto de, neste processo ser Portugal o país a ser ajudado é instrumental. No fim de contas, prevalecerão os interesses globais da zona euro como um todo.
Portugal experimenta há mais de trinta anos, uma perda de competitividade traduzida na lenta diminuição das suas taxas de crescimento. Apesar de todas as vultuosas transferências recebidas – fundos comunitários, remessas de emigrantes e investimento estrangeiro – a taxa de crescimento da economia portuguesa tem vindo a decair, sempre. Sucessivos governos e sucessivas políticas públicas centradas no “big is beautiful” esqueceram o apoio à produção de bens transaccionáveis com alta incorporação de mais valias e potencialidades de exportação.
A crise actual e o nosso elevado endividamento externo são o corolário de políticas da III República que nunca manifestaram interesse em atacar os problemas de frente; antes preferiram iludi-los, por motivos de ganância pessoal e interesses mal informados.
Ao cabo de mais de uma década de endividamento explosivo, temos de constatar que esgotámos um modelo de desenvolvimento económico; hoje é por demais manifesto que este modelo não tem qualquer virtualidade e a manutenção deste caminho apenas nos conduz a um desastre nacional.
Neste quadro, a operação de resgate de que o pedido de que o pedido de assistência financeira é só o primeiro passo, permite colmatar um desequilíbrio e, sobretudo, evitar um desequilíbrio mais acentuado na zona euro. No entanto, falta criar condições de crescimento económico. Como o IDP já afirmou antes, o resgate é, sobretudo, uma operação de apoio ao euro, não directamente ao membro.
Para saber o que se vai passar a seguir, temos de olhar para longe. Nos últimos 30 anos, Portugal é um dos países da Europa que mais rapidamente baixou a sua taxa de natalidade. Em 2009 era o 2º país de EU com a mais baixa taxa de fertilidade: 1.3. Em 2009 e 2010, o número de mortes superou os nascimentos. Há mais de uma década que se chama a atenção para o “Inverno” demográfico, aparentemente com escasso eco na sociedade civil e sem eco nos meios políticos. Ao contrário de outros países europeus, não existe uma política de apoio e promoção da natalidade.
Em 2010 o ratio de pessoas activas/passivas foi de 1/1.5. A continuarem as tendências, em 2020 esse ratio será de 1/2 e, em 2030, terá passado para 1/2.5. Com um modelo económico esgotado, com taxas de crescimento progressivamente mais baixas, aumento do desemprego, envelhecimento da população e baixa fertilidade, aumentam os compromissos fixos e diminuem as receitas.
Assim , vem o IDP denunciar que, mais do que a “armadilha da dívida”, onde as políticas de contenção e austeridade terão um efeito recessivo na economia, estamos confrontados com a diminuição do principal recurso nacional- a população – e não o queremos admitir.
A nossa dívida externa bruta é hoje de +/- 230% do PIB e a líquida de quase 98%. As medidas de austeridade no quadro de um resgate permitem considerar que a nossa taxa de crescimento, nos próximos 10 anos, não deverá ser superior a 1.5% ao ano; ao mesmo tempo o serviço da dívida contraída está já próximo dos 5% do PIB.
Neste cenário, as nossas capacidades de endividamento no médio e longo prazo, a 10/ 30 anos, estão seriamente limitadas quer pelo baixo potencial de crescimento da economia, quer pela limitada capacidade do seu principal activo, nós, os cidadãos. Nesse sentido, considera o IDP que a nossa capacidade para poder honrar, nos termos e nas condições que nos propusemos pagar, estará, fortemente limitada.
Temos uma elevada probabilidade, a médio prazo, dentro de 4/5 anos, de estarmos a suportar uma política que não elimina a nossa dívida, e agrava as condições de podermos optimizar os nossos activos, para honrar a dívida e assegurar a sustentabilidade da economia e do país.
No actual quadro do debate de ideias e por força da crise imediata em que nos encontramos, todas as atenções estão centradas nas formas de “quebrar” o círculo vicioso que nos conduziu a esta situação; no entanto, essa premência obscurece um elemento fundamental: como vamos pagar a “montanha de dívida “que acumulámos ao longo destes anos e como o vamos pagar sem nos arruinarmos.
Considera o IDP que é necessário encarar com realismo a reestruturação da dívida nacional. Existem soluções estudadas para os problemas enumerados; sendo necessário tempo para as implementar, temos de partir para a reestruturação da dívida.
Uma nação não é uma empresa; não pode ser desmembrada e os seus activos disponibilizados livremente; os credores da nação preferem receber uma percentagem de algo a receber a totalidade de nada e nunca “asfixiarão” o devedor ao ponto de este ficar impedido de cumprir as suas obrigações.
A reestruturação de dívida soberana é um dos elementos que caracteriza a dívida; Portugal, enquanto nação autónoma, reestruturou seis vezes a dívida e, nos séc XX fizeram-no 21 países, entre os quais o Brasil.
A reestruturação da dívida – nos próximos meses – é uma operação de responsabilidade do próximo Governo e implica a apresentação de um plano de como e quando iremos pagar as nossas obrigações. Porque é uma operação da responsabilidade de todos os portugueses, o IDP alerta que deve ser partilhada por todos. Democracia, crescimento e equidade só serão possíveis simultaneamente com um regime cujas soluções estejam à altura da nossa história e da nossa cultura.

Lisboa, 6 de Abril de 2011
A Direcção do IDP

Instituto da Democracia Portuguesa : http://www.democraciaportuguesa.org

 

por João Severino às 09:51
link do post | comentar | favorito
| partilhar

café da manhã

 

> Há muito que não via um indivíduo que é proprietário de um hotel e que esteve ligado ao fornecimento de refeições para o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

- Então, como vai?

- Bem, obrigado.

- Ainda anda lá pelo Ministério com a sua belíssima culinária?

- Não, não, há muito tempo que deixei. Ficaram lá os 32 assessores para catering, todos eles com carro do Estado às ordens...

 


tags:
por João Severino às 09:36
link do post | comentar | favorito
| partilhar

bom fim-de-semana

 

por João Severino às 07:00
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

deeez-aaaaanos-ééé-muuuuuito-teeeeeeempo

 

 

tags:
por João Severino às 23:03
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

sorna de vice

 

> - Para que serve um vice-presidente dos EUA?

 

- Para dormir... quando o presidente discursa.

 

 

tags:
por João Severino às 22:49
link do post | comentar | favorito
| partilhar

falso kadhafi

 

 

> A Líbia TV divulgou hoje imagens de Kadhafi a passear-se pelas ruas de Trípoli, em pé numa viatura de tejadilho aberto, após um ataque das forças da NATO. Contudo, as nossas fontes posicionadas em reportagem na capital líbia, dizem-nos que se tratava de um sósia, portanto, um falso Kadhafi mais parecido com o José Carlos Malato...

 

tags:
por João Severino às 22:30
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

grande noite de futebol

 

 

> Parabéns ao Sporting de Braga! Parabéns ao FC Porto! Parabéns ao Benfica! Pela primeira vez na história do Braga o clube chega às meias-finais de uma competição europeia. Pela primeira vez três equipas portuguesas carimbaram o passaporte para as meias-finais da Liga Europa.E a final vai ter pelo menos uma equipa portuguesa.

 

 

 

 

tags:
por João Severino às 22:13
link do post | comentar | favorito
| partilhar

o camarada falácia

 

 

> Vasco Lourença não respeita nada nem ninguém. Arranjou um tacho na Associação 25A, uma boa reforma como coronel e agora, até deturpa a história e vira-se contra o verdadeiro estratega do 25 de Abril, Otelo Saraiva de Carvalho. Vasco Lourenço diz que o 25A já tinha há anos antes da data histórica motivações políticas. Não é verdade. Eu assisti a contactos entre militares e políticos da oposição ao regime e os militares não aceitaram a proposta de acabar com o regime e implantar (era a proposta) uma sociedade socialista. Otelo sabe muito bem as motivações reais e verdadeiras do 25A, somente duas: a guerra entre oficiais do quadro e os oficiais milicianos (eu tinha um cunhado entre os milicianos) e o medo legítimo de morrer na guerra. Vasco Lourenço chama "falaciosos" aos outros sem primeiramente olhar para o seu umbigo...

 

por João Severino às 19:25
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

veja bem como pode ser roubado no multibanco

 

tags:
por João Severino às 17:07
link do post | comentar | favorito
| partilhar

gaga já cai

 

tags:
por João Severino às 16:58
link do post | comentar | favorito
| partilhar

pézona lisa

 

 

tags:
por João Severino às 16:33
link do post | comentar | favorito
| partilhar

palavra

 

> Gosto deste nome para um jornal. PalavrA...

 

tags:
por João Severino às 15:46
link do post | comentar | ver pauladas (5) | favorito
| partilhar

e o que é que vocês têm a ver com isso?

 

> O PSD-Açores devia preocupar-se, e de que maneira, com o senhor César e já lhe dará muita água pela barba. Num momento em que se está a tentar um entendimento para salvar Portugal, vem uma fracção regional do PSD meter-se onde não é chamada. PSD-Açores acusa Sócrates de “vergar” PS à sua vontade cega de permanecer no poder.

 

por João Severino às 15:40
link do post | comentar | favorito
| partilhar

ribeiro cardoso edita fraude de jardim

 

 

 

 

 

> "Jardim, A Grande Fraude" é o título de um livro escrito pelo jornalista Ribeiro Cardoso. O lançamento da obra teve lugar, ontem, na Casa de Imprensa. Sala cheia. Dezenas de jornalistas, escritores, políticos e militares deram um abraço a Ribeiro Cardoso por um trabalho de grande importância que vem desmascarar toda a podridão que tem sido gerada no "reinado" de Alberto João Jardim na Madeira com o beneplácito das autoridades do continente.

Tive a oportunidade de rever velhos amigos como Afonso Camões, Avelino Rodrigues, Luís Alberto Ferreira, José Roque Martins, Cesário Borga, Mário Cardoso, José Carlos Vascocellos (que fez a apresentação do livro), Mendonça Freitas e mulher e Mário Zambujal.

 

A editora Caminho não conseguiu lançar o livro na Madeira devido às maiores dificuldades para conseguir um local para o evento. Trata-se de uma investigação de dois anos, diz o autor Ribeiro Cardoso, jornalista que privou com Alberto João Jardim em Coimbra, nos anos 60, quando eram estudantes. Nunca pensou que Jardim chegasse onde chegou e onde está há 32 anos. A Madeira tornou-se ao olhar do jornalista um caso de estudo. “Achava aquilo uma nódoa negra num regime democrático”, explica. “Achei que era uma obrigação que eu tinha de falar de uma realidade, de uma parcela de Portugal, onde as regras são diferentes e acho que a culpa é muito de Lisboa”, porque “já deu a Madeira como caso perdido”, frisa.
No livro, Ribeiro Cardoso revela testemunhos, mas, sublinha, “todas as pessoas na Madeira querem falar mas com uma condição: não dizer o nome”.

 

por João Severino às 11:19
link do post | comentar | favorito
| partilhar

a mulher que mais gostei de ouvir sobre a crise

 

 

> Estela Barbot: Portugal precisa de recuperar credibilidade.

 

 

 

 

por João Severino às 11:11
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

em primeira mão

 

 

> Este blogue sem importância, com um único autor, mas com muitos amigos leitores, mais uma vez apresentou uma notícia em primeira mão referente à situação gravíssima que se vivia na Marinha no respeitante à falta de verbas para pagamento de salários bem como na GNR e PSP. Na altura, a nossa fonte referiu que no Exército e Força Aérea estava a acontecer a mesma coisa. Estávamos em fins de Março, e depois de contactar com alguns oficiais das Forças Armadas fiquei aterrorizado pela verdade dos factos. Pensei duas vezes, na base de que seria destabilizar e preocupar muita gente se informasse que os três ramos das FA estavam à beira do colapso em termos de financiamento para as despesas correntes. Consultei um amigo que é oficial superior da Armada e que me disse para publicar apenas o que se passava com a Marinha, no sentido de se alertar as autoridades governamentais para uma solução global sem "espantar muito a caça".

Na sequência da nossa notícia recebi diversos e-mails ofensivos e insultuosos, os quais afirmavam que estava a inventar factos para "ajudar a um golpe de Estado"...

Pois é, quem ouve hoje a rádio e lê o 'Correio da Manhã' e o 'Diário de Notícias' fica a saber que a nossa notícia estava certíssima. Com uma agravante: hoje, a Associação dos Sargentos já veio dizer que algo de "muito errado" pode acontecer no seio das Forças Armadas.

Perda de direitos dos militares pode levar a nova revolução.

 

 

 

por João Severino às 10:09
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
| partilhar
Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

começou o calvário de seabra

 

 

> Renato Seabra transferido para prisão de Rikers Island.

 

 

 

 

por João Severino às 22:59
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

vamos ver os resultados

 

> Quase 800 queixas de corrupção apresentadas à PGR em quatro meses.

 

 

 

 

por João Severino às 22:55
link do post | comentar | favorito
| partilhar

bem deitado

 

 

tags:
por João Severino às 16:58
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

widgets

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

links

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

visitantes


widgeo.net

tags

todas as tags