Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013

Com tantas renováveis

 

> Governo afasta descida do preço da luz até 2020.

 

 

por João Severino às 10:44
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013

Novo buraco

 

> Agência de Energia, um novo buraco nas contas públicas.

 

 

tags:
por João Severino às 11:02
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Segunda-feira, 19 de Março de 2012

POR 2 GAL (3)

 

 

 

tags:
por João Severino às 19:03
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012

CHINESES QUEREM MANDAR A SÉRIO

 

> REN: Entrada de quadros chineses pôs accionistas de olhos em bico.

 

 


tags: ,
por João Severino às 09:49
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011

NÃO É PREOCUPANTE

 

> Famílias vão pagar mais 1,75 euros por mês com subida da electricidade.

 

 

tags:
por João Severino às 22:50
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011

apaguem a luz

 

> Regulador quer subir preço da electricidade em 30% para 2012.

 

 

tags:
por João Severino às 10:57
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2010

a treta das renováveis

 

> Para além do lixo enorme que vai representar o abandono dos aerogeradores das eólicas daqui a 20 anos, temos as renováveis a ser um negócio da China para alguns. Tem sido uma escandaleira a que pouca gente deu atenção. Criar uma empresa para investir nas eólicas com dinheiro do Estado, leia-se de todos nós, é muito fácil (Espanha corta apoios às eólicas em 35% ). Ganhar fortunas à custa da mentira, é muito pior. Temos de abrir os olhos porque as novas concessões nas renováveis penalizam os consumidores.

tags:
por João Severino às 09:13
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Domingo, 27 de Dezembro de 2009

HAJA LUZ


> As cerca de 1500 pessoas do concelho de Torres Vedras que hoje ainda se encontravam privadas do abastecimento de energia eléctrica têm já o seu problema resolvido.
A EDP anda mal no seu país. Mas a investir milhões no estrangeiro é uma máquina...
tags:
por João Severino às 10:19
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

UTOPIA

> Agora a propaganda está transformada em carro eléctrico. Eléctrico para a esquerda, para a direita, para o Norte, para o Sul. Não há onde carregar as baterias, mas vai haver fábrica das ditas. Uma ministra até teve a desfaçatez de afirmar que Portugal foi escolhido pela Nissan como local de fabrico de baterias porque somos líderes ecológicos. Só se for nos esgotos a céu aberto e no desemprego. E nós a pensar que tinha sido por sermos uma mão-de-obra barata...
E ainda ninguém foi capaz de dizer que os carros eléctricos ainda são mais poluentes. Ai de nós, se apenas existissem carros eléctricos. Morríamos todos ionizados e de choques eléctricos.

E as baterias velhas dos carros do Estado? Seriam vendidas ao Manuel Godinho...
tags: ,
por João Severino às 16:20
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

A POUPANÇA DO CARRO ELÉCTRICO


> Com 160.000 carros eléctricos a circular em Portugal, o país poupava 9 mil milhões de euros na factura energética, afirma Francisca Pacheco, do gabinete de apoio à mobilidade eléctrica nacional.

"A estratégia do governo para o sector das energias renováveis foi a base para arrancar com o desenvolvimento da mobilidade eléctrica", adiantou ao 'Económico' a responsável na Conferência de apresentação do novo carro eléctrico Kangoo, que decorreu hoje na Quinta da Marinha.

As estimativas apontam para que em 2010 já existam em Portugal centenas de postos de abastecimento na via pública e em 2011 alguns milhares, segundo Francisca Pacheco.

Actualmente, 25 municípios já aderiram a esta rede mas foi criado um consórcio para desenvolver os postos de carregamento do qual fazem parte a Efacec, Critical software, Novabase e Seiia.

No entanto, segundo Francisca Pacheco, a rede MOBI-E está aberta à entrada de novos parceiros.

A Renault apresentou hoje quatro modelos de carros. O Kangoo e o Fluance, que vão chegar no primeiro semestre de 2011 e que são uma vertente mais comercial.

"Para o consumidor vamos ter no final de 2011 o Twizy, que é uma espécie de motorizada com automóvel e só em 2012 teremos o Zoey. Estes dois últimos só vão existir em versão eléctrica", explicou.

Actualmente o Kangoo custa 13 mil euros. O preço da versão eléctrica vai ser idêntico.

In 'Diário Económico'

tags: ,
por João Severino às 15:51
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009

PROPAGANDA DE CARRO ELÉCTRICO

Economia Manuel Pinho

> O ministro Manuel Pinho chegou hoje às rádios e televisões de carro eléctrico. Vem fazer a propaganda de algo que tem grande dose de demagogia. Se por um lado, o planete necessita urgentemente de carros eléctricos e de energias renováveis, por outro, o ministro Pinho e todos os Pinhos do planeta defendem a máfia do petróleo e os seus preços vergonhosos praticados pelas gasolineiras. Defendem assim, a poluição mais grave e destruidora que existe no globo.

O abastecimento de carros eléctricos vai ser uma realidade, anuncia o Governo. O Governo vai apresentar, esta segunda-feira, a rede nacional de mobilidade eléctrica, uma das primeiras da Europa. Está previsto o aparecimento de 320 locais de abastecimento de carros eléctricos em 2010 e 1.300 daqui a dois anos.
Recorde-se que o objectivo da rede já tinha sido apresentado pelo ministro da Economia, no dia 16 de Junho em Londres, e pretende minimizar a dependência energética do país e também as emissões de carbono. Na altura Manuel Pinho declarou que a rede - que segundo o Governo permitirá a criação de 22 mil postos de trabalho - será desenvolvida por uma empresa portuguesa, mas escusou-se a revelar o nome. E também se escusa a dizer-nos quantas pessoas terão acesso a carros eléctricos mesmo com as benesses fiscais. Num país de vândalos que destroem todas as semanas os marcos de correio para roubarem os cheques existentes na correspondência aguardemos para ver quanto tempo duram os postos de abastecimento eléctrico a funcionar.

A EDP por seu turno, anuncia o lançamento de um carro eléctrico que pode até produzir e vender energia. Enfim, umas megalomanias para encher o olho de eleitor quando se esperava que o Governo e a EDP nos viessem transmitir para quando uma rede nacional de transportes públicos com veículos eléctricos...
por João Severino às 10:11
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
| partilhar
Terça-feira, 12 de Maio de 2009

Carro eléctrico

tags:
por João Severino às 14:36
link do post | comentar | favorito
| partilhar
Terça-feira, 16 de Dezembro de 2008

Electricidade mais cara

A rádio anuncia: "Em 2009 a electricidade vai ficar mais cara 4,9 por cento devido ao aumento dos preços de combustível". Como? Podia repetir? Devido ao aumento do preço dos combustíveis? Então, o preço tem vindo a baixar fixando-se actualmente o Brent nos 43 dólares por barril. Quem é que anda a enganar-nos? Querem ver que vamos ouvir o primeiro-ministro a dizer que não pode fazer nada...

A 4 de Setembro último o PPTAO publicou este texto:

Electricidade mais cara desmente Sócrates

Os novos limites às emissões de dióxido de carbono colocados pela Europa às grandes indústrias a partir de 2013 podem levar a um aumento, em média, de três por cento nos preços dos produtos, podendo chegar-se aos seis ou oito por cento na electricidade.
Contas feitas pela consultora A.T. Kearney, ontem divulgadas, dão conta que o sector eléctrico português, para conseguir reduzir 21 por cento das suas emissões, terá um custo adicional entre 4,7 a 6,6 mil milhões de euros entre 2013 e 2020. Isto partindo do princípio que a tonelada de carbono estará a ser vendida nessa altura a 38 euros (actualmente está a 24).
Para os sectores da indústria abrangidos pelo sistema de Comércio Europeu de Licenças de Emissão, a factura varia entre 2,4 a 3,5 mil milhões de euros no mesmo período. O que pode levar a que os portugueses tenham de pagar mais três por cento, em média, por produtos como cimento, vidros ou combustíveis.
O que se constata é que a electricidade vai ficar mais cara para os consumidores, quando o primeiro-ministro José Sócrates anunciou aos portugueses que a concessão das redes eólicas iria provocar um abaixamento no preço da electricidade. Os geradores eólicos são actualmente o melhor negócio da China para alguns e o maior lixo ambiental para as gerações vindouras.

Comentário oportuno de Jorge Cabral:

É muito oportuno começarem a sair estudos independentes e assépticos sobre a tão badalada mas, afinal, famigerada energia eólica. Esta pandemia da moda deve ser combatida quanto antes, sob pena de a curto prazo deixarmos de ter serras limpas, mas, outrossim, facturas pesadíssimas a pagar por todos os erros que agora são cometidos por quem "joga a feijões", sabendo, através de apresentações de power point, mostrar cenários maravilhosos aos accionistas. Na verdade, tais cenários escondendo já aspectos fundamentais da realidade de hoje, nada terão a ver com a de amanhã e, quer os custos monstruosos de manutenção, quer os efeitos sob vários ângulos irremediáveis que a nível da natureza se reflectirão obrigarão a revisões drásticas da dourada estratégia dos meninos de oiro que proliferam nas grandes empresas públicas alienadas ao "privado", ali "jogando ao monopólio" com a barriga dos pobres. Ninguém está a contabilizar responsavelmente os custos desta pandemia e quando eles vierem à tona, veremos toneladas de lixo abandonadas pelas serras fora, as quais mais não lembrarão que os bairros de lata das grandes cidades do 3ª mundo, com a babilónia de antenas de televisão apontadas aos céus. Quem não se lembra de tal desastrosa imagem. Pois essa começa a ser a imagem das nossas serras e da "província" em geral. Pena é que a ASAE se fique por coisinhas mexericas e dispensáveis e não trate do que é de facto importante.
tags:
por João Severino às 14:48
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
| partilhar

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

widgets

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

favoritos

Quatro anos depois

pessoalmente

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

visitantes


widgeo.net

tags

todas as tags