Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

SMS DN (2)

"Mário Soares é pessoa muito abastada. Como atravessamos uma crise económica, lanço-lhe um desafio: porque não prescinde de segurança da GNR, 24 horas por dia, todo o ano, na mansão de férias do Algarve, e do gabinete com assessores, motorista e segurança para si e esposa? Todas estas despesas saem do Orçamento do Estado e bem podia suportá-las, dando aos portugueses uma aula prática de socialismo solidário. Aceita?"

Cristina Santos, Lisboa
por João Severino às 21:08
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
partilhar

O que é bom é para se ver (31)


Esta menina de hoje é dedicada a todos quantos no Corta-Fitas publicam à sexta-feira umas miúdas interessantes.
por João Severino às 19:26
link do post | comentar | ver pauladas (3) | favorito
partilhar

Breaking news (11)

A equipa da Polícia Judiciária que investiga o desaparecimento de Madeleine McCann já sabe que os exames aos vestígios recolhidos na casa e no carro dos pais da criança são inconclusivos. A má qualidade das amostras não permitiu aos investigadores do laboratório de Birmingham separar os vários tipos de ADN recolhidos. Só com base nos testes, não é possível afirmar com certeza que Maddie morreu no apartamento e foi transportada no carro alugado por Gerry e Kate McCann.
por João Severino às 19:22
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
partilhar

Sócrates vai ao Thaj Mahal


O primeiro-ministro vai visitar o Thaj Mahal. Haja alguém que avise José Sócrates para perfumar os pés. Vão mandá-lo tirar os sapatos.
Haja alguém que diga ao governante português que na mesma data - 1640 - que ele não comemora por estar ausente, estava a ser construído este mausoléu.
Haja alguém que diga ao responsável máximo pela Economia portuguesa que a mármore branca utilizada na construção do monumento foi oriunda de Vila Viçosa.
por João Severino às 18:18
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
partilhar

Blogando com prazer (25)

Se não é, parece

Intitula-se «A Culpa dos McCann». O autor é Manuel Catarino, chefe de redacção do Correio da Manhã e quem escreve o prefácio é Francisco Moita Flores. Livro, capa e mais informações têm embargo até dia 3 de Dezembro, mas a editora Guerra & Paz vai avisando: «O título deste livro, A Culpa dos McCann, não é um ponto de chegada, mas um ponto de partida. Este livro é essencialmente um trabalho jornalístico (…) Não aponta um dedo acusador aos McCann». Claro que não. Que disparate! Enfim…Há notas de imprensa capazes de ensinar spin ao vigário.

João Villalobos , in Corta-Fitas (Recomendo)
por João Severino às 17:53
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
partilhar

Verdade insólita

A greve geral que hoje teve lugar na Função Pública afectou muito o serviço em escolas, hospitais, municípios, juntas de freguesia, tribunais, transportes, serviços alfandegários, ministérios, museus e seus derivados. Pois, o Governo diz-nos que só 20 por cento aderiu à greve. Querem ver que a greve foi na Índia...

PS - O leitor Ergela acaba de nos informar (18:35 horas) que houve professores que pretenderam entrar nas escolas e que foram impedidos pelos piquetes de greve.
por João Severino às 16:41
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Breaking news (10)

Um homem de 22 anos encontra-se há várias horas barricado numa habitação no Bairro da Horta Nova, perto de Telheiras, em Lisboa, para tentar evitar a detenção policial em cumprimento de um mandado judicial de captura. O homem barricou-se na casa de uma vizinha no prédio onde habita, quando, cerca das 11.00 horas, uma patrulha policial o avistou na rua e pretendeu detê-lo. O homem tem "um longo cadastro", conseguiu escapar à captura e barricou-se, com um cão de raça Pitbull e com uma arma de fogo.


por João Severino às 16:35
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Chá das cinco (3)


Charlize Theron
por João Severino às 16:23
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
partilhar

Cantinho dos poetas (3)

Se vós Mundo
cantais os prazeres do meu corpo
e se nele tu buscas poesia...
Eu Mulher...
canto a minha alma violada.
Se tu Homem do Mundo...
encontras nos meus braços o cantar,
o sonho, a ilusão do teu esquecimento...
Eu, Mulher, canto
a tortura que me deste...
pensando na irreal carne
esquecida, da minha imortal alma...
Se tu, Ítis, hoje deambulas esquecido
porque seguiste as pegadas de Teseu...
Eu, Mulher, encontrei-me
segura e livre ao procurar
as incertas chaves do teu Mundo.
Na teia!... Caminhei...

Filomena Julieta Custódio
por João Severino às 16:12
link do post | comentar | favorito
partilhar

Gosto muito de animais (17)


Foto Vítor Ribeiro
por João Severino às 15:05
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
partilhar

Procura-se grávida


Depois de Demi Moore se ter deixado fotografar para a revista Vanity Fair com toda a barriga que Deus lhe deu à mostra, coube a vez a Christina Aguillera ser capa da Marie Claire. O nosso blogue procura uma portuguesa, actriz ou cantora, que esteja grávida e que não se importe de ser capa aqui nesta revista Pau Para Toda a Obra...
por João Severino às 14:57
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
partilhar

"Sistema energético é patético"


Foto Adelino Meireles

Portugal poderia poupar 8% da electricidade que consome investindo 400 milhões de euros em medidas como a generalização de lâmpadas eficientes, utilização de vidros duplos nos edifícios e controladores de potência na indústria. Joanaz de Melo, presidente do Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) e professor universitário, garante que, num período de apenas três anos, a poupança energética alcançada seria suficiente para pagar o investimento.
De acordo com o responsável, ao longo dos últimos 30 anos, Portugal tem vindo a "perder terreno" na eficiência energética face aos países da União Europeia a 15, gastando agora mais 30% do que os parceiros comunitários para produzir o mesmo. "Por cada euro de riqueza que geramos, gastamos mais 30% do que os outros", afirma Joanaz de Melo.
A recuperação total deste atraso, adianta, implicaria investimentos de 10 mil milhões de euros, quatro vezes mais do que o Governo prevê que seja investido em barragens nos próximos anos. Um valor elevado, mas que traria benefícios a médio-prazo.
Já a redução de 8% do consumo seria "fácil de conseguir, se houvesse mais informação e incentivos para a aquisição de equipamentos eficientes" por parte das famílias e empresas. O sector dos edifícios, lembra, é responsável por cerca de dois terços do consumo eléctrico e a política energética nacional "não tem promovido" a eficiência.

"Sistema patético"
"O nosso sistema energético é patético", lamenta, aludindo ao facto de se privilegiar a construção de mais dez grandes barragens em vez de apostar na eficiência. Estes grandes projectos hídricos, adverte, apenas vão garantir 3% da energia do país, gerando pesados impactos ambientais e não resolvendo o problema da chamada intensidade energética do Produto Interno Bruto, onde estamos na cauda da UE.
A aposta, sublinha, devia ser no incentivo à poupança energética, ou seja, do lado da procura, e não do lado da oferta de energia através de grandes projectos hídricos que apenas servem para dar trabalho ao "lóbi do betão", numa altura em que todos os grandes projectos - como a alta velocidade ferroviária ou o novo aeroporto de Lisboa - estão atrasados face ao esperado.
O responsável lamenta ainda que não se tomem medidas fiscais de estímulo à poupança, como a diferenciação do IVA dos electrodomésticos em função do seu grau de eficiência energética. "A ausência de políticas coordenadas tem levado ao aumento do consumo (4% ao ano nos últimos cinco anos) e não é fazendo mais barragens que se resolve o problema", afirma.

Ricardo David Lopes, in JN
por João Severino às 14:39
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Cuidado com o Contraditório


Se hoje ao fim da tarde, mais concretamente depois das 19.00 horas, tem a intenção de ouvir rádio, então, cuidado. Não sintonize a Antena 1 nesse horário, porque vai para o ar um programa de nome Contraditório que é algo intragável. À volta do microfone dizem-se os maiores disparates por minuto, com a veleidade dos intervenientes pretenderem arvorar-se em comentadores políticos. Desligue ou mude de frequência. O éter, neste caso, faz desmaiar. E os seus ouvidos agradecem.
por João Severino às 14:22
link do post | comentar | ver pauladas (4) | favorito
partilhar

Pergunta da semana (5)

Ser-se presidente (Jorge Coelho) do Congresso das Comunicações terá alguma influência para quem irá receber a concessão do Governo para mais um canal privado de televisão?
por João Severino às 14:17
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Cozinheiro de ouro


Miguel Veloso diz que é uma espécie de modelo que joga à bola no Sporting. O seu vedetismo (talvez apressado) levou-o a pintar o cabelo de tom dourado, vestir um fato dourado, gravata dourada, peúgas douradas, cuecas douradas e sapatos dourados. E ainda não é nenhum Cristiano Ronaldo, imaginem se fosse. Na edição de hoje do DN Sport deixou esta máxima "Faço uns bons bifes e também alguns pratos de massa". Cuidado com as indigestões... douradas!
por João Severino às 14:00
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Meio-dia (7)


Foto Amanda Com

- Quando for meio-dia visto-me...
por João Severino às 10:57
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Queridas motos (5)

por João Severino às 10:51
link do post | comentar | ver pauladas (6) | favorito
partilhar

Greve na FP encerra muitas escolas


Esta manhã em Lisboa viam-se imensos jovens a vaguear pelas ruas.

- Não tens aulas hoje?
- Não, é baril! Há greve...
- E o que é que estás a fazer com tantos jornais na mão?
- É baril, é o Metro! Andamos a distribuir o jornal pelos automobilistas...
- Mas tens familiares na administração do Metro? Pediram-vos para fazer isso?
- Não, cota! Pagaram-nos!...

Este, o diálogo que mantivémos com um dos muitos jovens que em vários cruzamentos urbanos distribuiam o referido jornal. Pagaram-lhes? Será possível? Não quero acreditar, mas se pensarmos que tudo já é possível.... Os jovens estão na rua porque as escolas encerraram devido à greve na Função Pública.
O secretário-geral da FENPROF, Mário Nogueira, fez hoje de manhã um primeiro balanço positivo da greve da Função Pública no que diz respeito à educação, encontrando-se encerradas várias escolas de Norte a Sul do País. "Os dados que nos chegam são de adesão elevadíssima", disse à Lusa Mário Nogueira, ressalvando que ainda não é possível saber a adesão dos professores porque a maior parte das escolas encontram-se encerradas. De acordo com Mário Nogueira, há concelhos de Norte a Sul do país em que todas as escolas estão encerradas.
Em Lisboa estão encerradas as Escolas secundárias de Gil Vicente, Francisco Arruda, Restelo, Nuno Gonçalves, Paços Manuel, Marquês de Pombal, Telheiras, Almada Negreiros, EB 2-3 Olivais, Escola 1-7-5 dos olivais e Afonso Domingues.
No Porto estão encerradas a Escolas secundárias de Resende, Fontes Pereira de Melo, EB 2+3 Gomes Teixeira, EB Pires de Lima e EB de Gondomar.
No Algarve estão encerradas escolas nos concelhos de Loulé, Olhão, Silves, Lagoa, Vila Real e Quarteira.
Em Coimbra, as escolas secundárias D. Diniz, EB 2+3 Pedrulha, EB 2+3 Alice Gouveia e secundária de Condeixa encontram-se encerradas.
As três estruturas sindicais da Administração Pública marcaram esta greve conjunta "contra a intransigência do Governo nas negociações salariais", um ano após a realização da última paralisação conjunta, pelo mesmo motivo. Os sindicatos queixam-se nomeadamente de a equipa negocial do Ministério das Finanças ter iniciado o processo com uma proposta de aumentos salariais de 2,1 por cento e de ter encerrado as negociações com o mesmo valor.
por João Severino às 10:36
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

Para o público feminino (13)


Foto Bruno M Ramos
por João Severino às 10:30
link do post | comentar | ver pauladas (2) | favorito
partilhar

GNR assalta bancos

Este país já não tem cura. A quem é que as pessoas se podem agarrar para sua segurança se chegámos ao ponto de agentes da GNR andarem a assaltar bancos. Onde isto já chegou. Um militar da GNR tentou assaltar ontem de manhã uma agência do BPI, situada em Sassoeiros, na freguesia de Carcavelos, mas foi detido já na rua por agentes da PSP da esquadra da Parede, em Cascais. A tentativa falhada ocorreu por volta das 09.00. O militar dirigiu-se ao balcão, abordou o funcionário e entregou-lhe uma folha em branco onde referiria. "Isto é um assalto passe para cá o dinheiro." O funcionário não cedeu à ameaça e accionou o alarme. Na PJ, há vários mandados de detenção para executar. O militar, de 30 anos, já se encontrava fora da sucursal - de onde não conseguiu retirar qualquer quantia -, quando foi abordado e detido por agentes de um carro-patrulha da esquadra da Parede. "Só após ter sido levado para a esquadra é que foi possível a sua identificação", referiu fonte policial. Mas o militar era afinal suspeito de outros sete crimes do mesmo tipo.
No entanto, não era a primeira vez que se dirigia àquela dependência para a assaltar. Aliás, o caso de ontem resultou na terceira tentativa falhada, tendo o suspeito sido reconhecido facilmente pelos agentes quando já se encontrava na rua. O excesso de dívidas terá sido o motivo apresentado pelo GNR para cometer este tipo de crime. A realização de outros assaltos terá sido confessado ontem pelo próprio à polícia. Por enquanto, desconhece-se ainda qual o valor total que os assaltos terão rendido. O militar, que desempenhava funções administrativas na secção de informática da Brigada de Trânsito, nas Janelas Verdes (Lisboa), desde o início deste ano, foi ontem presente a um juiz de instrução criminal do Tribunal de Cascais, tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção mais leve - termo de identidade e residência. Em liberdade poedrá assaltar mais bancos...
por João Severino às 10:20
link do post | comentar | ver pauladas (1) | favorito
partilhar

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

favoritos

Quatro anos depois

pessoalmente

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

tags

todas as tags