Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

Os Melhores de 2007

O nosso blogue PPTAO reuniu os seus 23 colaboradores, comentadores e correspondentes e elegeu os Melhores do Ano 2007. Assim, aqui temos os contemplados e fazemos votos (não eleitorais) que vocês concordem e gostem...

Melhor Atleta - José Sócrates
Melhor Político - José Miguel Júdice
Melhor Ministro - Mário Lino
Melhor Bocas - Joe Berardo
Melhor Tretas - Jorge Coelho
Melhor Jornal - O Crime
Melhor Jornalista - Ana Sá Lopes
Melhor Chicote - Almerindo Marques
Melhor Actriz - Carolina Salgado
Melhor Actor - Pinto da Costa
Melhor Escritor - Margarida Rebelo Pinto
Melhor Arquitecto - José António Saraiva
Melhor Papagaio - Maria de Belém
Melhor Macaco de Imitação - José Lello
Melhor Agente Funerário - Luís Filipe Menezes
Melhor Playboy - Cristiano Ronaldo
Melhor Futebolista - Derlei
Melhor Abrupto - Pacheco Pereira
Melhor Médico - Correia de Campos
Melhor Empresário de Teatro - Rui Rio
Melhor Pagador - Fátima Felgueiras
Melhor Charuto - Isaltino Morais
Melhor Boxeur - Felipe Scolari
Melhor Cómico - Rui Santos
Melhor Humorista - João Villalobos
Melhor Cineasta - Pedro Correia
Melhor Postiço - Lili Caneças
Melhor Poste de Muito Alta Tensão - António Vitorino
Melhor Profeta - Marcelo Rebelo de Sousa
Melhor Submarino - Paulo Portas
Melhor Turista - Manuel Pinho
Melhor Programa de TV - Tempo Extra, SIC Notícias
Melhor Programa de Rádio - Amor é..., Antena 1
Melhor Carnaval - Alberto João Jardim
Melhor Noite - Porto
Melhor Sono - Ministro do Ambiente
Melhor Bar - Ginjinha do Rossio
Melhor Tratado - Acordo Ortográfico
Melhor Novela - Casa Pia
Melhor Aeroporto - Tires
Melhor Hotel - Forte de S. Julião da Barra
Melhor Praia - Costa de Caparica
Melhor Centro Comercial - Feira da Ladra
Melhor Proposta - Portela + Nenhum

Acordo ortográfico para quê?

BBCArabic.com BBCPersian.com
BBCChinese.com BBCHindi.com
BBCRussian.com BBCUrdu.com
BBCMundo.com BBCVietnamese.com
BBCBrasil.com BBCSomali.com
More languages

Estão a ver bem isto? Mas já viram bem? No site da BBC não se escreve, entre as línguas disponíveis para leitura, o Português. Muito menos a palavra Portugal. Se quer ler notícias em português terá que carregar em "Brasil". Para quê pretender-se um acordo ortográfico se existem hoje em dia duas línguas completamente diferentes, o português e o brasileiro? E pelos vistos, a BBC até já oficializou a língua brasileira...

China resgata navio com 800 anos


Trabalhadores de resgate na China retiraram do fundo do mar um navio que se afundou há cerca de 800 anos com uma carga de milhares de artefatos raros, como porcelana, ouro e moedas de prata.
Uma operação delicada no Mar da China Meridional, tendo um guindaste gigante elevado o navio Nanhai Número Um e colocou-o numa outra embarcação. Acredita-se que o navio e os tesouros são da Dinastia Song (960 a 1127). A descoberta pode ser uma das maiores já feitas sobre este período.
O navio será colocado em um tanque gigante de um museu em Yangjiang, cidade na província de Guangdong, no sudoeste da China. O tanque foi especialmente construído para recebê-lo, com condições de temperatura e pressão iguais às do local onde o navio foi resgatado. Visitantes do museu poderão assistir aos trabalhos dos arqueólogos enquanto eles trabalham para descobrir e retirar os tesouros perdidos do interior da embarcação.
O governo chinês investiu US$ 40 milhões para resgatar o navio.

Cinema nasceu há 112 anos - Corrupção e Crime do Padre Amaro campeões de audiências



O Crime de Padre Amaro e Corrupção são campeões de audiências. Mas para que o cinema português seja mesmo viável, o número de espectadores deverá, no mínimo, duplicar.
Quando o cinema português comemora 112 anos de existência temos o filme O Crime do Padre Amaro como a película portuguesa mais vista até agora nas salas de cinema do País. E o filme Corrupção como o vencedor nacional nas bilheteiras este ano, segundo a Associação de Produtores de Cinema.

Hum!...

A edição de hoje do DN avança já com a notícia de que Armando Vara irá com Santos Ferreira da CGD para a administração do BCP. E oferece aos leitores o CV de Vara, lendo-se: "Licenciado em Relações Internacionais pela Universidade Independente"
Hum!...

Uma lembrança de Natal

Devido à diferença horária, daqui a poucas horas será servida em Macau a ceia de Natal. Vivi profundamente 20 anos em Macau. Conheço os macaenses, os chineses e os portugueses que ali viveram e vivem melhor que as minhas mãos. A muitos deles ajudei a ser gente, a serem notáveis, a serem deputados, a serem directores de Serviços, a serem jornalistas, a serem radialistas, a serem advogados, a serem arquitectos, a serem pilotos de automóveis, a serem VIP's, a serem ricos e a serem milionários. A todos esses que hoje me desprezam nesta hora difícil da minha vida, dizer-lhes que não os esqueci e que neste Natal tive uma lembrança: pedi que Deus lhes perdõe, porque não sabem o que fazem.

Ficar a dever dinheiro é perigoso

Cada vez mais registam-se casos de indivíduos sem escrúpulos que pedem dinheiro emprestado ou contraem outro tipo de dívidas e não pagam. Mas agora até há quem já resolva o caso a tiro.
Carlos Manuel Barros da Silva, de 42 anos, empresário ligado à construção civil, hotelaria e turismo e proprietário do jornal Correio de Pombal, foi alvejado a tiro no tórax pouco depois de ter discutido com o autor do disparo, a quem alegadamente devia seis mil euros. A vítima foi operada no Hospital dos Covões, em Coimbra, e está fora de perigo.
O autor do disparo, residente em Arruda dos Vinhos e proprietário de uma empresa de construção civil, apresentou-se voluntariamente, acompanhado pelo seu advogado, na Polícia Judiciária de Lisboa. Após ser ouvido pelo juiz, foi-lhe aplicada como medida de coacção o termo de identidade e residência, tendo de se apresentar periodicamente num posto policial.
Na base do conflito estará uma dívida de Carlos Silva ao autor do disparo, que exige ao empresário de Pombal o pagamento de seis mil euros relativos a trabalhos numa obra, na zona de Tróia, que o empreiteiro de Arruda dos Vinhos terá abandonado por imposição do homem a quem agora exige o dinheiro.
Nem seis mil nem 100 euros. Pague o que deva...

Inacreditável

Dia em que Sócrates inaugurou o açude de Abrantes que poderá desaparecer

Recentemente foram gastos mais de 20 milhões de euros na construção de um açude em Abrantes. O feito mereceu a pomposa presença do primeiro-ministro no dis da inauguração. Agora a concretizar-se a intenção anunciada pelo Governo de construir no rio Tejo a barragem de Almourol - uma das dez planeadas para o País até 2020 -, as freguesias ribeirinhas de Rossio ao Sul do Tejo, Rio de Moinhos e São João, no concelho de Abrantes, ficarão parcialmente debaixo de água, bem como o investimento de 20 milhões de euros aplicado no projecto Aquapolis para recuperar as margens ribeirinhas e construir o açude de Abrantes, inaugurado em Junho por José Sócrates, o qual poderá literalmente ser engolido.

Hoje há ceia de Natal

Esta noite, milhões de casas celebram o Natal com uma ceia farta. Na tradição dos portugueses o bacalhau marca presença natalícia. Para aqueles que ainda são novos nas andanças da culinária aqui deixamos a receita do célebre prato "Bacalhau com Todos".

Bacalhau com Todos
Para 4-6 pessoas

INGREDIENTES:
1,200 kg de Lombo de Bacalhau Dessalgado
( ou 1 kg de Lombo de Bacalhau Salgado e Seco )

10
batatas médias (cortadas ao meio)
3 cebolas grandes ( cortadas aos
quartos)
3 cenouras (cortadas longitudinalmente)
1 couve (as folhas cortadas ao meio)
1 cabeça de nabo (aos quartos)
4 ovos
3 dentes de alho
1 xícara de azeite extra-virgem
Sal a gosto
e 1 folha de louro (opcional)

MODO DE PREPARAR:
( Se o bacalhau é salgado e seco, deve antes ser dessalgado conforme as instruções. )

Numa panela grande, cozinhar em fogo brando, com a água temperada de sal, as batatas descascadas e cortadas ao meio, a cenoura, o nabo, a couve e o bacalhau, que deve ser acrescentado por último, quando as batatas e as cenouras estiverem quase cozidas. Cozinhar os ovos à parte e cortá-los em gomos. Misturar os ovos com os demais ingredientes e deixar em fogo mínimo por mais 5 minutos. Enquanto isso, picar bem 3 dentes de alho e deixar dourar em 1 xícara de azeite. Retirar o bacalhau do fogo e servir bem quente, regado com o molho de azeite e alho.

Arcebispo de Westminster assume fim de celibato para o clero

O presidente da Conferência de Bispos Católicos de Inglaterra e País de Gales, Murphy O'Connor, voltou hoje a defender que o Vaticano deveria permitir a ordenação de homens casados, numa entrevista ao jornal Financial Times.
O também arcebispo de Westminster reassumiu a sua posição de que a hierarquia máxima da Igreja Católica deveria repensar a sua posição quanto ao celibato do clero.
"Temos alguns antigos anglicanos nas nossas dioceses que estão casados. Se me perguntam se a Igreja poderia alterar e permitir a ordenação de muitos homens casados, a minha resposta seria sim", referiu.
Em 2000, pouco depois de ser nomeado arcebispo de Westminster, Murphy O'Connor provocou uma grande polémica mediática, ao declarar que o celibato entre os sacerdotes "é uma norma eclesiástica que se poderia alterar" e que da sua regulação "se falará do futuro".
Sobre o Papa Bento XVI, o religioso britânico comentou que as pessoas deslocam-se actualmente a Roma "não tanto para ver o Papa, mas para escutá-lo".
"O Papa João Paulo II captava a imaginação das pessoas com os seus gestos e proximidade. Este Papa capta a mente e os corações pelo que ensina e prega", afirmou.
Ao fazer 75 anos, Murphy O'Connor apresentou no Verão passado a sua renúncia ao cargo de arcebispo de Westminster por querer ser o primeiro na história a não morrer no seu posto. O Papa respondeu-lhe que deveria permanecer por pelo menos mais um ano.

Rui Rio, o Político do Ano 2007


O presidente da Câmara Municipal do Porto foi o vencedor do inquérito que o nosso blogue PPTAO levou a efeito no sentido de se eleger o Político do Ano de 2007. Rui Rio foi o preferido de quantos visitam este blogue recolhendo um total de 31 votos.
Carvalho da Silva - 20
Luís Filipe Menezes - 13
José Sócrates - 10
Luís Marques Mendes - 8
Francisco Louça - 7
Manuel Alegre - 7
Cavaco Silva - 6
Garcia Pereira - 5
Carlos César - 4
Alberto João Jardim - 3
Paulo Portas - 2
Jaime Gama - 1
Jerónimo de Sousa - 1
Ribeiro e Castro - 1
João Proença - 1
Pedro Santana Lopes - 1
António Costa - 1
Manuel Monteiro - 1