Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

Bloco de Esquerda quer combater insucesso escolar








Photo Nuno Alegria/Lusa


Contrariando dados lançados pela ministra da Educação que apontavam para um rácio professor /aluno, dos melhores da Europa, o Bloco de Esquerda vem dizer que, afinal, "um terço dos professores tem mais de 100 alunos". "Isto significa, sustenta a deputada Ana Drago, "que o processo de acompanhamento do percurso individual dos alunos é uma ficção".
Nesse sentido o BE propõe uma tabela que estabeleça para cada professor que tenha até três blocos lectivos por semana, "não mais de três turmas, isto é 66 alunos". Já quem tem apenas dois tempos lectivos pode vir a ter quatro turmas (88 alunos) e cinco turmas para quem tem um tempo lectivo (110 alunos).
O BE propõe, por isso uma redução de alunos por turma, um aumento de turmas e também de professores.
"Não é compatível o Governo dizer que aposta na educação e depois apresentar no Orçamento de Estado um aumento zero para esta área", diz Ana Drago para justificar o consequente aumento de custo da Educação, com a proposta agora apresentada.

Rui Alves vai ficar impune?

O presidente do Nacional, clube de futebol da Madeira, concedeu uma entrevista à Antena 1 considerada um insulto a todos os portugueses. Rui Alves entre as várias afirmações polémicas que proferiu, teve a veleidade de afirmar que "não gosto dos portugueses, não gosto de falar português, não gosto da língua portuguesa e a Madeira devia ser independente". Rui Alves ainda salientou que irá ficar à frente do Nacional até ao aniversário do centenário do clube, mas "depois até deixo a Madeira porque não gosto da cultura portuguesa".
E isto que foi afirmado ficará impune? A este senhor devia ser-lhe retirada imediatamente a nacionalidade portuguesa porque já que não se identifica com Portugal que saia da Madeira e vá para onde quiser. Por mim, colocava-o em Bagdad...

Comentário oportuno de J.C.

Ao contrário do que diz o 'post', este homem está no seu pleno direito. Estamos num País livre e até talvez seja mais do que tempo, como já aqui tenho dito, de ficarmos independentes da Madeira!
Normalmente, quem fala assim contra o seu país, a sua cultura e a sua língua, pouco ou nada sabe dos outros países. Contudo, este homem tem uma vantagem: quer deixar o País. Como o mais certo é não conhecer outras culturas e outras línguas e como parece que quer deixar de falar português, em breve passará a ficar calado.
Como nem será necessário mandá-lo calar, o País agradece o seu silèncio voluntário. E o resto do mundo, embora não o saiba, também tem boas razões para ficar grato. Porque uma das melhores coisas do dom da fala é um imbecil não o usar...

PSD não quer publicidade na RTP

O PSD entrega quarta-feira, na Assembleia da República, uma proposta de alteração à Lei da Televisão que visa acabar com a publicidade na RTP sem cobrar "um tostão ao contribuinte", anunciou hoje o presidente do partido, Luís Filipe Menezes.
"Esta proposta avança porque não custa um tostão ao cidadão contribuinte", afirmou Menezes, salientando que a iniciativa legislativa social-democrata resulta do cumprimento do plano de saneamento financeiro da RTP, iniciado em 2003.
Menezes, que falava em conferência de imprensa em Vila Nova de Gaia, recordou ter assumido há algumas semanas o compromisso de acabar com a publicidade na televisão pública quando liderar um governo social-democrata.
O líder social-democrata salientou ainda que a proposta "está sustentada em termos políticos, mas também do ponto de vista económico e financeiro".
Na perspectiva política, Menezes argumentou que "uma sociedade pluralista precisa de grupos de comunicação social que sejam livres e independentes".
"Uma das maiores pressões é a dependência financeira", frisou o dirigente social-democrata, salientando que "nenhum grupo de comunicação social é hoje em dia sólido se não tiver acesso a um canal de televisão em sinal aberto".
Depois de considerar que o Governo tem "condicionado" os grupos que já possuem um canal de televisão e os que estão interessados no canal que vai ser criado em breve, Luís Filipe Menezes defendeu que "uma das formas de acabar com a pressão governativa é dar condições de solvência" aos grupos de comunicação social.
"Os 50 milhões de euros hoje canalizados para publicidade na televisão pública são imprescindíveis para alimentar o pluralismo na comunicação social", sustentou.
Segundo o líder social-democrata, esta verba é idêntica ao excedente das receitas da taxa de audiovisual, que pode ser utilizado para cobrir a ausência da publicidade.
"Podemos ter uma televisão pública com o mesmo orçamento e sem publicidade", defendeu.


Famílias só têm 1.845 € por mês

As famílias portuguesas gastam quase metade do seu rendimento mensal líquido de €1.845 na habitação, água, electricidade, combustíveis e alimentação. São cerca de 42% do total que mensalmente são usados com este fim. É uma das principais conclusões do Inquérito aos Orçamentos Familiares que o Instituto Nacional de Estatística realiza a cada cinco anos e que hoje foi divulgado. Os números, referentes ao período entre Outubro de 2005 e Outubro de 2006, revelam que, em média, cada agregado familiar vive com um rendimento anual de €22.136.

Rússia: Mais de 200 adolescentes suicidam-se por ano









Na
Rússia suicidam-se mensalmente entre 15 e 20 adolescentes. Surpreendentemente muitos deles fazem-no em segredo. Na Rússia existem actualmente centenas de websites que mostram e fornecem detalhes de como os jovens se devem suicidar.
Alguns dos sites introduzem jogos estúpidos que são praticados por jovens com idades que vão dos 11 aos 25 anos e que dispendem horas e horas a discutir as melhores formas de se suicidarem.
Alguns investigadores já detectaram que a grande maioria destes jovens que frequentam os sites estão mentalmente doentes e que desejam morrer.

Pág. 1/53