Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

ASSIM NÃO DÁ

 

> Pedro Passos Coelho deve ter-se esquecido completamente do que nos andou a dizer durante a campanha eleitoral que lhe deu a vitória. Uma das suas máximas referia-se à não contratação de "boys", que é algo bem diferente de pessoas de extrema confiança em lugares-chave tais como chefe de gabinete ou assessor. Agora, um consultor por ajuste directo a ganhar mais de 6.000 euros mensais é que nunca se imaginaria.

Sabe onde pode ganhar mais de 72 mil euros anuais? Na Presidência do Conselho de Ministros

É verdade, são mais de seis mil euros mensais brutos pela prestação de "serviços de consultoria técnica de conteúdos" para a Presidência do Conselho de Ministros. O primeiro-ministro, por exemplo, deve ganhar pouco mais do que o consultor contratado. O que vale é que se conhecem, já que é pública a relação de relativa proximidade entre Pedro Passos Coelho e a mãe deste consultor, GONÇALO DA COSTA CALDEIRA CASTEL-BRANCO.

http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/ajustedirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=264716

 

Assim não dá. Dói-me muito que a política de "austeridade" tenha de ser executada deste modo. Consultores até podem ser meia dúzia, mas 2000 euros por mês não chegam para se viver dignamente?

 

 

 

RAMOS-HORTA RECANDIDATO PELO POVO

 

 

 

> No passado dia 18 de Dezembro, em Timor-Leste, tudo sobre a recandidatura de José Rampos-Horta era uma grande incógnita e uma enorme preocupação. E eu escrevi aqui no PPTAO que seria um grande ERRO HISTÓRICO no caso do actual presidente timorense não se recandidatar. Por várias razões, entre elas, a importante e fundamental necessidade de estabilidade e paz numa terra já por si conturbada.

José Ramos-Horta deve ter pensado centenas de vezes sobre a decisão a tomar. Como homem de coragem optou pelo sacrifício, pelo difícil, pelo problemático, pelo ingrato, mas acima de tudo, decidiu-se por se recandiatar "pelo povo". Disse bem: "pelo povo". Que haja alguém que lute e que promova uma missão em benefício do povo martirizado de Timor-Leste, que ao fim de tantos anos de independência ainda continua à espera de água potável, electricidaxde e casas para viver.

 

Saúdo efusivamente a recandidatura de José Ramos-Horta com um conselho de amigo: que na sua próxima tarefa de verdadeiro patriotismo e nacionalismo, se possa rodear apenas de mulheres e homens que lhe jurem fidelidade. Os traidores e os palhaços devem ser banidos, de uma vez por todas, dos gabinetes e das delegações diplomáticas, a fim de que o nome de Timor-Leste e o bem-estar do seu povo possam ser dignificados e heroicamente independentes.

 

GARATUJAS (19)

 

 

Pau de Ferro

colaborador

 

CRISE QUAL CRISE

 

> E o circo das cimeiras continua. Esta cena foi toda minuciosamente preparada pelas altas esferas do Ocidente para amedrontar e manter em sossêgo as populações, sem fôlego para decifrar uma aviso tão sofisticado e bem embrulhado: Regressem ao vosso mundo que não podemos ser todos ricos. A coisa foi de tal maneira preparada que só começará a levantar quando se certificarem que estamos todos carregados de medo, para nem de fininho nos atrevermos a piar. Trabalhar voltará, então, a ser uma benção divina, redentora e mal paga. 

 

 

 

Pág. 1/30