Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

CP na falência

Tudo indica que vamos deixar de andar de comboio. A CP está à beira da ruptura e as reclamaões já são aos milhares. Há turistas que não acreditam no que vêem quando precisam de ir ao WC. Os governantes também mamaram da CP e auditorias nem vê-las. Para a prisão foi só o Vale e Azevedo (quando outro destituído já lá devia estar) e o Isaltino Morais. O Vara e o Duarte Lima continuam à solta. A esta hora devem estar a banhos no Algarve.

CP.jpg

 

Vale tudo

Em Macau já vale tudo. O mais incrível aconteceu. Em pleno centro histórico da cidade autorizaram a construção de um edifício todo espelhado, absolutamente fora do contexto. O património já não vale nada e daqui a 50 anos não haverá nada que represente a presença portuguesa. O tema foi hoje manchete do melhor jornal da Região, o "Hoje Macau".

-1.jpg

 

O crime das PPP

Quem tiver a pachorra de consultar o arquivo deste blogue confirmará que no tempo do governo de Sócrates e Mário Lino por várias vezes nos insurgimos contra a vigarice que eram as PPP's. As negociatas ilegais estavam à vista e o prejuízo para o país duraria mais de uma dezena de anos. Só agora é que a PJ nos diz que tudo não passou de um cambalacho. Todos presos, já!

correio-da-manha-2018-07-26-6b86b2.jpg

 

Macau é mato

Todos os governos de Portugal enviam ministros ou secretários de Estado a Macau. Para? Nada! Tudo à borla e ripanço de 6 estrelas e alguns bem acompanhados. No entanto, houve um que quis algo de especial ao deitar. Uma Rennie? Não, um menor para lhe fazer "massagens"...

MACAU:Portugal.jpg

 

Regresso

Muitos amigos têm enviado mensagens e emails para que regresse a escrever no blogue. Por vezes, apetece-me voltar. Outros dias não existe pachorra e já nem me lembro como trabalhar com isto. Introduzir fotos ou videos, etc. Depois, a política está cada vez mais desinteressante e até a imprensa está um horror. Entretanto, o Diário de Notícias acabou e o coronel meu amigo que tem 96 anos de idade e que comprava o DN todos os dias teve um desgosto enorme que eu vi o caso mal parado com a saúde dele. Vamos lá a ver se consigo regressar à lide. Saudações a todos os que me liam e que desejam o regresso.

Pág. 3/3