Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

A casa da mãe de José Sócrates

Lamento profundamente ler nos jornais tanta imbecilidade. Aliás, a vida está tão difícil que a partir deste primeiro de Fevereiro é-me impossível comprar mais do que um jornal e, neste sentido, serei mais um a colaborar para o encerramento de alguns, esperando que os primeiros a fechar sejam os pasquins.
Pela frente de alguns olhos esbugalhados e pelo interior de ouvidos ressonantes repassou a notícia de que a senhora mãe do primeiro-ministro José Sócrates teria comprado uma casa através de uma empresa sediada em offshore. Manchete, abertura de noticiários, reportagem especial de investigação SIC/Expresso, enfim, o costume da actualidade para angariar audiências de modo selvático. Foi dado a entender ao povinho que a senhora teria cometido um "crime", possivelmente com dinheiro relacionado com as "luvas" que o sobrinho teria recebido do Freeport.
Ao que nós chegámos é profundamente lamentável. Jornalismo, não é? Investigação, não é? Só se for na tasca do tio Manel ou no centro comercial Colombo.

Em primeiro lugar, estou à vontade a escrever isto porque sou um crítico das políticas de José Sócrates. Mas, sempre defendi a verdade dos factos e notícias com fundamento. Se calhar estive errado e fiz mal ao longo da vida. Se tivesse optado pelo contrário, estava hoje podre de rico ou já tinha um "tacho" na agência Lusa. Recordo-vos que um dia, noticiei algo bem fundamentado acerca de um tipo poderoso e fiquei de pernas cortadas para sempre.

Todavia, fundamentar o que se escreve é essencial e, por essa razão, é que quero dizer-vos hoje aqui no meu blogue que a senhora mãe de José Sócrates já devia ter tomado uma posição contra todos aqueles que a insultaram com a estória da compra da casa com dinheiros sabe-se lá oriundos de onde. Acontece que a senhora é rica, riquíssima e não é de agora. A senhora mãe de José Sócrates pode, se o quiser, comprar uma, duas ou as casas que entender. Para aqueles que não sabem o que é investigação e que nem se dão ao trabalho de perguntar quem é a senhora, eu digo-lhes: a senhora mãe de José Sócrates é filha de um homem que ao longo da vida trabalhou na exploração do volfrâmio nas minas do Norte de Portugal. O seu pai ficou rico, muito rico, riquíssimo e quando faleceu deixou uma fortuna incalculável à senhora mãe de José Sócrates e a outros filhos de um seu segundo casamento. Quando o seu pai optou pelo segundo casamento, a senhora mãe de José Sócrates não se deu bem com a madrasta e preferiu ir viver, entre os anos 40 e 50 para Cubal-Angola. A senhora mãe de José Sócrates casou com um arquitecto de prestígio na cidade da Covilhã de quem se viria a divorciar, resultando do facto, mais um avultado recebimento pecuniário. A senhora mãe de José Sócrates, que apesar de praticar a religião "Testemunhas de Jeová", tem o prazer de participar em repastos com amigas católicas e com as quais desabafa sobre os mais diversos assuntos da sua vida. A senhora mãe de José Sócrates é muito, mesmo muito rica e as suas amigas sabem bem que até já ofereceu uma casa a cada um dos filhos.

Se esses grandes "especuladores" das notícias quiserem mais alguns detalhes eu posso dar-lhes... mas, só se pagarem! Chega de borlas...

11 comentários

Comentar post