Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

reforço financeiro

 

> Percebem alguma coisa quando, em Pequim, o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, diz que "A China apoia o reforço financeiro"? Algo dúbio e contraditório, mas muito esclarecedor cá para os meus lados. Primeiramente foi divulgado que o ministro ia á China para tentar que os chineses "comprassem dívida pública". Mas, agora atiram com a areia para os olhos com o "reforço financeiro". Por que será que os políticos nunca são capazes de falar verdade e de pensar uma só vez que os outros não são atrasados mentais?

"Reforço financeiro" pode significar tão simplesmente "empréstimo". Empréstimo a quem? Aos bancos portugueses por parte de dois ou três bancos chineses, os tais que têm emprestado aos americanos a um juro de 1 e 1,5% e que depois, através das tais agências de rating, têm emprestado a Portugal a 5 e 6% de juro. Como o assunto é grave e os números gigantescos, só vos deixo um exemplo: há três meses, um banco português estava a necessitar do cerca de 200 mil milhões de euros. Se agora a China através do tal "reforço financeiro" emprestar directamente aos bancos portugueses as quantias desejadas a um juro de 2,5 ou mesmo 3%, imaginem só como poderá "salvar-se" a situação financeira do país.

1 comentário

Comentar post