Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

'O Défice Mortal': Sócrates e Santos já não se entendem

É a crise. É compreensível. Dá dores de cabeça e diarreia. A crise tem provocado insónias a um grande número de governantes, uns quase a sair, outros politicamente mortos e ainda outros prestes a ressuscitar. No meio da crise estão dois peões do xadrez maçónico, aliás, a preto e branco, o primeiro-ministro, ainda com alguns cabelinhos pretos, e o ministro das Finanças, completamente com o cabelito pintado de branco. Deve ser para as filmagens da longa-metragem "O Défice Mortal". Uma película onde o realizador já não se entende com o produtor. A falta de dinheiro é a divergência, agravada com o aval que foi dado aos bancos. Estes, já colocaram o vil metal em off shores, antes que o Governo fosse à falência, resultando daí a maior discussão entre o produtor e o realizador de "O Défice Mortal" - quase nos cinemas. É a seguir ao Natal.
Agora a sério, dizer-vos que o senhor Sócrates e o senhor Teixeira dos Santos já divergem sobre o défice orçamental. Para o primeiro-ministro não se prevê qualquer agravamento da previsão que foi feita pelo Governo. Por seu turno, o ministro das Finanças entende que as coisas podem piorar relativamente às contas que ele tinha confirmado. Sendo assim, tudo bem, no mundo dos cinéfilos porque nenhuma sétima arte chegou ao fim das filmagens sem batatada ou gritaria. Um Oscar para os dois...

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.