Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

primeiro-ministro

 

> - Está lá?... És tu, Pedrinho?... Oh, meu querido, conseguiste!... Parabéns!... Valeu a pena ser um rapaz simples, solidário, bondoso, compreensivo... valeu a pena teres interrompido os estudos para trabalhares para ajudar os teus irmãos e especialmente o teu querido irmão que é deficiente... valeu a pena teres mostrado neste país de racistas que casar com uma mulher de cor não simboliza inferioridade... valeu a pena lutares no teu partido contra tantos barões oportunistas, novos-ricos, sacadores de bancos e teres conquistado a liderança... valeu a pena um mês de tanto sacrifício pela estrada para mostrares às pessoas quanto de humanismo te vai na alma... olha, Pedrinho, não te esqueças do Serviço Nacional de Saúde... grande beijo... então?!, pára lá de chorar que agora é a hora da vitória... estou certo que vais ser um bom primeiro-ministro.

 

(Ficção - qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência)

 

1 comentário

Comentar post