Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

RAMOS-HORTA RECANDIDATO PELO POVO

 

 

 

> No passado dia 18 de Dezembro, em Timor-Leste, tudo sobre a recandidatura de José Rampos-Horta era uma grande incógnita e uma enorme preocupação. E eu escrevi aqui no PPTAO que seria um grande ERRO HISTÓRICO no caso do actual presidente timorense não se recandidatar. Por várias razões, entre elas, a importante e fundamental necessidade de estabilidade e paz numa terra já por si conturbada.

José Ramos-Horta deve ter pensado centenas de vezes sobre a decisão a tomar. Como homem de coragem optou pelo sacrifício, pelo difícil, pelo problemático, pelo ingrato, mas acima de tudo, decidiu-se por se recandiatar "pelo povo". Disse bem: "pelo povo". Que haja alguém que lute e que promova uma missão em benefício do povo martirizado de Timor-Leste, que ao fim de tantos anos de independência ainda continua à espera de água potável, electricidaxde e casas para viver.

 

Saúdo efusivamente a recandidatura de José Ramos-Horta com um conselho de amigo: que na sua próxima tarefa de verdadeiro patriotismo e nacionalismo, se possa rodear apenas de mulheres e homens que lhe jurem fidelidade. Os traidores e os palhaços devem ser banidos, de uma vez por todas, dos gabinetes e das delegações diplomáticas, a fim de que o nome de Timor-Leste e o bem-estar do seu povo possam ser dignificados e heroicamente independentes.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.