Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

MATARAM O SÉRGIO ROQUE

 

 

> Quem esteve por Macau nos anos 1980 deve lembrar-se de Sérgio Roque, assessor do secretário-adjunto para as Obras Públicas Amílcar Martins. Conheci bem o Sérgio Roque e fui muito amigo dele. Há uns tempos foi para Angola, possivelmente por gostar muito de dinheiro. E foi o dinheiro que o matou. Na quarta-feira, em Luanda, foi levantar dinheiro a um banco e transportou-o numa pasta, de jipe, para os escritórios da empresa onde trabalhava. Angola não é para brincadeiras de quantias avultadas de dinheiro transportadas em pastas na mão. Quatro indivíduos conduzindo motas cercaram o seu jipe e quiseram a pasta. O funcionário que ia com ele fugiu logo e gritou-lhe para largar a pasta. O Sérgio Roque agarrou-se à pasta e tentou enfrentar os meliantes. Quatro tiros acabaram-lhe com a vida. Em certos sites de Angola pode ler-se: "Chegou a hora de matar todos os 'tugas' em Angola". Corram, corram mais para Angola, não se esqueçam, corram depressa para o dinheiro, para a morte...