Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

ESTA NÃO, CARO SÓCRATES!

> Tudo o que tem sido dito sobre José Sócrates de imediato é rejeitado. Os autores das suspeitas são apelidados de caluniadores. Houve um episódio que me levou a perder toda a consideração pelo actual primeiro-ministro: a sua licenciatura falsa, porque foi uma amiga minha que descobriu a falsidade.
O que nunca esperei é que um director de jornal viesse a público afirmar que José Sócrates lhe pediu para não noticiar nada sobre a licenciatura. Esta não, caro Sócrates! É o seu descrédito total.
O director do 'Expresso', Henrique Monteiro, contou hoje na Comissão de Ética da AR que na véspera da publicação das notícias sobre a polémica licenciatura de José Sócrates, o primeiro-ministro lhe "telefonou a pedir por tudo que não publicasse" o artigo.

NOTA: a minha grande admiração por Henrique Monteiro. O jornalista conhece José Sócrates há mais de 20 anos e perante um caso de tamanha gravidade não cedeu à tentação de ficar milionário.
por João Severino às 16:02
link do post | comentar | favorito
partilhar
pauladas:
De Carlos Dias Ferreira a 24 de Fevereiro de 2010 às 16:20
João:

Mais uma a juntar às outras que sabemos serem todas "campanhas negras"!
Para quando a demissão deste mentiroso compulsivo?
De joão eduardo a 24 de Fevereiro de 2010 às 16:33
É espantoso, Carlos.
Ainda há dias saltou para a ribalta o velho Almeida Santos dizendo que não se provou nada de uma, de duas, de três e da última que é o 'Face Oculta'. E mesmo de propósito, o homem perde assim a face toda...
Esta é o máximo. Faz-me lembrar certos senhores que andam por aí que me telefonaram exactamente com os mesmos propósitos sobre assuntos muito mais graves, como por exemplo: milhões de patacas recebidas na construção do aeroporto de Macau; milhões de patacas recebidos na construção de uma ponte Macau-Taipa; milhões de patacas na construção de prédios, de hotéis, de ETAR, de Central de Incineração, de monumentos e de bairros sociais: milhões de patacas no financiamento de fundações; milhões de patacas na obtenção de terrenos de forma ilegal. Mas em Macau quem se lixa é o mexilhão, o jornalista...
De a.marques a 24 de Fevereiro de 2010 às 16:57
Quero vê-lo logo na TV a desmentir. O que fôr da justiça, que para aí remeta e aí se esconda. Políticamente exijo que confirme ou desminta o depoimento do Snr. Director do Expresso que segundo ele, a propósito do diploma de engenheiro foi a primeira vez que alguém o pressionou para sonegar uma notícia. Tendo o mesmo tido o cuidado de distinguir de alguns casos de manifestações de desagrado posteriores á sua divulgação. E já agora aproveite para nos falar da reunião em S. Bento antes do tal almoço. Pode mandar Santos Silva.
De S.C. a 24 de Fevereiro de 2010 às 18:50
O que para aí vai de podres, caro João. O que me choca mais é ler que esses tais "senhores" ainda "andam por aí". Afinal, o "engenheiro" teve bem com quem aprender e até apostava que lá pelo partido.
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2010 às 21:55
Quer isto dizer que podemos continuar a comprar o Expresso como sempre o fizemos: sabendo que o Director mente aos leitores "quando é preciso". Tinha-os tido no sítio se na altura tivesse feito um Editorial a referir-se ao telefonema de uma hora que tanto o chocou. Vir só agora queixar-se é próprio de quem pensa que somos todos estúpidos. Não, Dr. H. Monteiro, nós compramos o jornal não por estarmos convencidos de que é algum palácio da virtude, mas porque pelo meio das mentiras e meias verdades sempre se vai sabendo qualquer coisa que talvez seja verdade.Arrh!

Comentar post

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

favoritos

Quatro anos depois

pessoalmente

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

tags

todas as tags