Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009

DESAFIO


Jorge Cabral*


>
Os hidrocarbonetos só foram utilizados como fonte de energia generalizada, por mero erro histórico. Penso que na história conhecida da Humanidade, não foi o único, mas até agora, foi o maior. Não vale, pois, de nada falarmos deste paradigma ou tentar justificá-lo, seja de que maneira for. Foi um tremendo erro, e, ponto final.

Foi e ainda está a ser uma enorme desgraça para todos, com as excepções conhecidas.

Ninguém precisa portanto de justificar seja o que for para defender as energias provenientes de outras origens. E há, felizmente, bastantes. Uns, gostarão mais de umas, outros, de outras, o que, diga-se, considero muito desejável por razões múltiplas e óbvias.

Eu sou defensor do Hidrogénio como fonte de energia generalizada, até porque, só ele se enquadra no modelo de desenvolvimento que preconizo para o futuro da Humanidade, como o desejo e pelo qual pugnarei enquanto viver. Mas isto não anula quaisquer das outras formas de energia. Acho que são todas necessárias e complementares. Por força das características de cada uma, haverá sempre utilizações específicas em que uma(s) será(ão) mais adequadas que outras. Isto para mim é mais que “pacífico”. Mas, o que está em causa é saber qual delas responde melhor às múltiplas necessidades da humanidade em termos genéricos e no particular de cada uma das utilizações previstas.

Eu considero que quanto à finalidade haverá que considerar dois grupos distintos: o dos sistemas fixos e o das unidades móveis.

No caso dos sistemas fixos eu até “dou de barato” a primazia à energia eléctrica. Atenção: Desde que esta tenha origem em sistemas não poluentes!

Já quanto à alimentação de unidades móveis, com toda a franqueza, não vejo como é que é possível defender-se a electricidade, ou melhor, qualquer outra forma de energia versus hidrogénio, com a excepção de utilizações muitíssimo peculiares.

Esqueçamos a produção do hidrogénio através de formas lesivas do ambiente, concentremo-nos na electrólise. O caminho que há a percorrer, entretanto, é imenso e qualquer dispersão de valores é fazer o jogo dos nossos adversários.

Não é preciso atingirmos já o “céu”. Demos passos pequenos, mas concretos! Só que para que isso nos seja autorizado é imperativo combatermos este stato quo de pilantras, ladrões, vampiros económicos e tiranos. São eles os nossos verdadeiros adversários.

A economia é condicionada pelos poderes financeiros que por sua vez dominam o mundo dos petróleos e ambos controlam a seu bel-prazer todas as decisões políticas dos governos que nós, papalvos, julgamos que são nossos, eleitos por nós, nossos representantes, etc.,etc.,etc.,… ahahah! Dirão eles.

De nada interessará estarmos aqui a discutir a têmpera do aço que devemos utilizar nas cabeças dos motores a hidrogénio, se nem sequer me deixam incorporar um pouquinho de hidrogénio na mistura gasosa do meu carro, tal qual está, para que eu possa consumir metade do combustível deles, que hoje consumo. E esta é que é a realidade, meu caro Nelson Cruz. Indivíduos sérios, como o senhor e tantos outros que felizmente existem, nada poderão fazer se não conseguirmos que a opinião geral imponha uma alteração radical desta “ordem energética”.

A Humanidade tem que se consciencializar que existem diversas soluções para que estes desequilíbrios chocantes entre ricos e pobres sejam menores e razoáveis. Eles terão sempre que existir em certa medida, mas mantê-los no estado em que estão (e até com tendência para se agravarem) é aviltante e retira-nos qualquer laivo de dignidade como participantes nesta trágico-comédia vida da Humanidade, deste grão cósmico a que chamam Terra.

*Cronista residente
por João Severino às 09:54
link do post | comentar | favorito
partilhar
pauladas:
De Humberto a 7 de Setembro de 2009 às 15:03
Caro Jorge Cabral, infelizmente escapou-me a crónica que escreveu a 20 de Agosto, só agora a li e às respectivas respostas...
Desta vez, em vez de escrever mais um testamento sobre o assunto -> hidrogénio versus electricidade <- deixarei aqui (espero que o administrador do Blog não se importe) uma lista de atalhos para que quem tiver real interesse sobre o assunto se possa informar melhor e decidir por si próprio.
Não tenho qualquer intenção de fazer publicidade ao "Site Inovação Tecnológica" mas creio que os seus artigos são de fácil leitura e é uma das minhas fontes de informação.


Atalhos, dentro da respectiva categoria, ordenados por data.

Produção de hidrogénio:

Produção de hidrogênio utilizando energia solar atinge 70% de eficiência - 31/07/2007 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010115070731)

Bactéria geneticamente modificada vira fábrica de hidrogênio - 12/02/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=bacteria-geneticamente-modificada-vira-fabrica-de-hidrogenio&id=010115080212)

Hidrogênio é gerado a partir do ácido fórmico, com uso direto em automóveis - 16/05/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=acido-formico-produz-hidrogenio-para-uso-direto-em-automoveis&id=010115080516)

Hidrogênio biológico poderá ser produzido a partir do esgoto - 22/10/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=hidrogenio-biologico-podera-ser-produzido-a-partir-do-esgoto&id=010115081022)

Descoberta forma de produzir hidrogênio sem gasto de energia - 09/02/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=produzir-hidrogenio-sem-gasto-de-energia&id=010115090209)

Aço inoxidável substitui platina na produção de hidrogênio - 16/04/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=aco-inoxidavel-substitui-platina-na-producao-de-hidrogenio&id=010115090416)

Raios laser quebram molécula de água e produzem hidrogênio - 07/07/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=raios-laser-quebram-molecula-agua-produzem-hidrogenio&id=010115090707)


Armazenamento de hidrogénio:

Esfera de 1 centímetro consegue carregar até meio litro de hidrogênio - 03/09/2007 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010115070903)

Buckyballs são capazes de conter volumes de hidrogênio tão densos que ele será quase metálico - 24/03/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nanocavernas-de-carbono-guardam-hidrogenio-com-pressao-do-interior-de-jupiter&id=010165080324)

Protótipo de tanque de hidrogênio minimiza problema da evaporação - 11/06/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=prototipo-de-tanque-de-hidrogenio-minimiza-problema-da-evaporacao&id=010115080611)

Químicos descobrem nova forma de purificar o hidrogênio - 16/03/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=quimicos-descobrem-nova-forma-de-purificar-o-hidrogenio&id=010160090316)

Tanque de combustível do futuro armazena até 10% de seu peso em hidrogênio - 23/03/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=tanque-de-combustivel-do-futuro-armazena-hidrogenio&id=010170090323)

(continua...)
De Jorge Cabral a 7 de Setembro de 2009 às 16:00
Caro Humberto,
Seja bem vindo.
Obrigado pela sua prestimosa colaboração.
Feliz ou infelizmente já há coisas de mais escritas a respeito das energias renováveis e o hidrogénio não foge há regra.
Pena é que não haja uma ténue correspondência disso no campo das concretizações.
Um abraço
De Jorge Cabral a 7 de Setembro de 2009 às 16:03
Caro Humberto,
Seja bem vindo.
Obrigado pela sua prestimosa colaboração.
Feliz ou infelizmente já há coisas de mais escritas a respeito das energias renováveis e o hidrogénio não foge à regra.
Pena é que não haja uma ténue correspondência disso no campo das concretizações.
Um abraço
De Humberto a 7 de Setembro de 2009 às 16:22
2.ª tentativa de envio (houve um erro de envio durante a 1.ª tentativa mas ainda assim pensei que tivesse conseguido mas, pelos vistos, não)

aqui vai então a continuação:

Células de combustível:

Novo catalisador aumenta eficiência de células a combustível em 90 vezes - 29/01/2007 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010115070129)

Células a combustível ganham eletrólito milhões de vezes mais eficiente - 11/08/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=celulas-a-combustivel-ganham-eletrolito-milhoes-de-vezes-mais-eficiente&id=010115080811)

Criada a menor célula a combustível do mundo - 14/01/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=criada-a-menor-celula-a-combustivel-do-mundo&id=010115090114)

Nanotubos podem substituir platina em células a combustível - 12/02/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nanotubos-podem-substituir-platina-em-celulas-a-combustivel&id=010115090212)


Baterias:

Bateria quântica: físicos exploram uma nova fonte de energia - 12/03/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=bateria-quantica--fisicos-exploram-uma-nova-fonte-de-energia&id=010115090312)

Baterias feitas com vírus estão a um passo de chegar ao mercado - 06/04/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=baterias-feitas-com-virus-estao-a-um-passo-de-chegar-ao-mercado&id=010115090406)

Bateria a ar pode armazenar até 10 vezes mais energia que baterias de lítio - 19/05/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=bateria-a-ar-pode-durar-10-vezes-mais-que-baterias-de-litio&id=010115090519)

Baterias de imprimir são finas como papel e pesam menos de um grama - 06/07/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=baterias-imprimir-finas-como-papel-pesam-menos-grama&id=010115090706)


Finalmente,
condensadores:

Pilhas e baterias podem ter primeiro avanço significativo em 200 anos - 15/02/2006 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010115060215)

Engenheiros criam uma bateria melhor - com plástico - 05/10/2006 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=010115061005)

UltraBateria dá novo impulso a veículos híbrido-elétricos - 25/01/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=ultrabateria-da-novo-impulso-a-veiculos-hibrido-eletricos&id=010115080125)

Capacitores flexíveis e adaptáveis podem ser alternativa a baterias - 08/09/2008 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=capacitores-flexiveis-e-adaptaveis-podem-ser-alternativa-a-baterias&id=010115080908)

Surge uma alternativa às baterias: Nanocapacitores eletrostáticos - 31/03/2009 (http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=alternativa-baterias-nanocapacitores-eletrostaticos&id=010115090331)


São apenas alguns exemplos de artigos pois muito mais há para ler não só neste mas também em muitos outros sites ou revistas da especialidade...
De Nelson Cruz a 7 de Setembro de 2009 às 21:37
Como essas notícias linkadas pelo Humberto revelam, os próximos anos reservam-nos grandes avanços a nível de energias alternativas. E tudo começou no ano passado. Os preços elevados dos combustíveis dirigiram muita atenção para as alternativas, e sobretudo investimento. Por exemplo, em 2007 era completamente IMPENSÁVEL que a americana General Motors tentasse vender a marca Hummer, um ícone americano dos últimos anos, e apostasse o futuro da empresa num veículo eléctrico. Em finais de 2008 estava a fazer isso mesmo! A certa altura o último stand de vendas da Hummer em Las Vegas encerrou, sendo substituído por um stand da SMART. Um colossal sinal de viragem dos tempos.

Os preços elevados dos combustíveis, por muito que nos pesem na carteira, fizeram mais pela "causa" do que qualquer preocupação ambiental. De repente, investimentos que antes não tinham qualquer hipótese de viabilidade económica passaram a tê-la, ou ficaram tão perto que já vale a pena arriscar. Coisas que estavam a ser desenvolvidas em lume brando, passaram de repente a prioridades máximas. Talvez mais incrível ainda, a OPEP e restantes países produtores de petróleo, que durante décadas conspiraram para manter o preço baixo o suficiente para tornar inviável qualquer alternativa, aparentaram ser completamente incapazes de o evitar.

Foi por isso que, ao contrário da maioria das pessoas, até fiquei triste quando o preço do petróleo começou a descer. Senti que o futuro ia ser adiado mais uma vez. Felizmente várias marcas automóveis continuam a prometer para breve veículos eléctricos. Por mim comprava já hoje um, se estivessem disponíveis e a preços competitivos. São tão eficientes que até os podíamos alimentar exclusivamente com estações termoeléctricas a carvão e mesmo assim poluir menos que os carros a gasolina ou diesel, pelo menos a nível de CO2. E isto sem contar com os grandes investimentos que todos os estados estão a fazer em energia eólica, solar, etc.

Quanto ao hidrogénio, infelizmente a tecnologia actual não consegue competir nem com a eficiência nem com a facilidade de armazenamento da energia em baterias. Creio que só a Honda está a avançar já para a comercialização de um carro a H2, e isto apesar de várias outras andarem a "brincar" com protótipos H2 há vários anos. Isto espelha a diferença de viabilidade entre as duas tecnologias. Mas como se vê nestas notícias, há vários investigadores a fazerem grandes promessas nos dois campos. Vai ser uma "luta" interessante entre as duas tecnologias. :)

Convém de facto ir educando o público e os políticos para a existência destas possibilidades, e a necessidade de investir nelas. Com a economia a recuperar e o petróleo a subir novamente, também isso irá ser muito mais fácil!
De Jorge Cabral a 7 de Setembro de 2009 às 22:58
Caro Nelson,
O seu comentário é perfeito. Abordou um conjunto de vertentes cruciais nesta saga da luta pela energia do futuro.
Tenho pena que os centros de excelência a quem competiria ter hoje respostas cientificas muito mais úteis, tenham andado distraídos desde há décadas a esta parte. Agora presenciamos algum desnorte e muito atabalhomanto. Até que definam os rumos certos ainda vai demorar. Por isso existe tanta hesitação, tanta opinião contraditória, tanta falta de método na busca de uma solução, seja ela considerada intermédia ou definitiva.
Como diz e bem "brinca-se" quando a sistematização e o pragmatismo já deveriam estar um pouca mais consolidados.
Assiste-se a uma dispersão indesejável que acabará por atrasar a tomada de decisões imprescindíveis.
Os próprios "media", através dos quais a sociedade civil se faz ouvir, não têm ninguém especializado neste sector e quando dizem alguma coisa ou é asneira ou lugar comum.
Temos que utilizar os meios de que dispomos para acordar a sociedade e ensinar-lhe que estará na resolução deste problema a resolução de alguns dos "cancros" de que hoje padece a Humanidade.

Comentar post

pptao

Um blogue onde deixarei simples observações sobre o que vai acontecendo à nossa volta neste mundo global. Também serve de contacto com imensas pessoas que gostaram de mim. O título do blogue? Porque sempre fui "pau para toda a obra". Obrigado por ter vindo. “Morrendo estou na vida, em morte vivo; / vejo sem olhos, e sem língua falo; / e juntamente passo glória e pena.”, Camões

arte

João Eduardo Severino

Create Your Badge

a frase

"A vida é muito curta para termos inimigos"
Ayrton Senna

Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

favoritos

Quatro anos depois

pessoalmente

arquivos

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

cv

Jornalista com a Carteira Profissional nº 278. Já restam poucos do meu tempo. Como último cargo fui director e proprietário do diário 'Macau Hoje'. Pode ler o meu CV completo na primeira mensagem de Outubro de 2007.

subscrever feeds

tags

todas as tags