Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

AS ALDRABICES DAS TRANSFERÊNCIAS

 

 

> Nesta altura do campeonato as notícias sobre transferências no mundo do futebol dão vómitos. É horrível como a imprensa se presta a tanta invenção, tanta mentira e a tanta jogada de empresário sem escrúpulos que apenas pretende aumentar o pecúlio nas comissões dos contratos dos seus jogadores. Inventa-se cada transferência que até mete dó. É o Helton, o Eduardo e um fininho do Olhanense que vão para a baliza do Sporting. É o Adrien da Académica que vai para Inglaterra. É o Carrillo que vai para Espanha. É o Carlos Martins que regressa ao Benfica. É o Gaitan que vai para o Manchester United. É o Hulk que já está no Inter. É o João Moutinho que vai para o Chelsea. É o Jorge Jesus que já está em Moscovo e o Vítor Pereira que fica como adjunto do regressado André Vilas-Boas. Curioso, não falam das transferências do Luís Filipe Vieira, do Godinho Lopes e do Pinto da Costa...

 

 

A VERGONHA DA SEMANA

 

> Um tal de Bartolomeu, que se intitula presidente da União de Leiria a acusar um jogador desesperado, a quem deve cinco meses de salário, de ter levado uma pasta com seis mil euros. É preciso descaramento. E no futebol? Também ninguém vai preso?

 

 

GARATUJAS (39)

 

Pau de Ferro

colaborador

 

 

"Clubes decidem alargamento na segunda-feira"


> Para a Liga portuguesa ser disputada por 18 equipas em 2012/13, a direção do organismo pretende que os dois últimos classificados do campeonato principal disputem duas vagas com os terceiro e quarto classificados da Liga de Honra (mantém-se a subida automática para o primeiro e o segundo).

Tomem lá PAU e bom almoço, jantar ou pequeno-almoço conforme onde se encontrarem:


Liiga de Honra (seria o topo da pirâmide ) com 12 clubes a 3 voltas, de onde sairia o campeão e acessos ás provas europeias, e em que desceriam os 2 últimos. 1ª divisão com 18 clubes em que subiriam os 2 primeiros e desceriam os 3 últimos. 2ª divisão com 2 zonas (norte e sul) em que subiria o 1º de cada zona e ainda o 2º melhor, e desceriam em cada uma delas os 2 últimos e o pior 16º. 3ª divisão com 3 zonas (norte, centro e sul) em que subiriam os primeiros de cada zona e os 2 melhores 2ºs e em que desceriam os 2 últimos de cada zona e o pior 16º. 4ª divisão com 4 zonas (norte, centro norte, centro sul e sul) em que subiriam os 1ºs de cada zona e os 3 melhores 2ºs , descendo aos regionais os 5 últimos de cada série. As dependências de subidas e descidas entre zonas nos diferentes escalões seriam muito úteis até do ponto de vista competitivo. Nos regionais subiria o 1º de cada distrito (quem tiver qualidade vai-se mantendo nos nacionais ). A taça de Portugal seria a primeira prova a entrar em cena, numa 1ª fase com grupos de 4, em que um dos critérios seria a existência de cabeças de série, e a uma única volta para eliminar o último de cada uma delas e tantos quantos os penúltimos necessários de modo a dar número par para a fase eliminatória lá mais para diante, evitando-se as ridículas isenções por falta de parelha e constituindo-se assim um útil raid de aquecimento de entrada para a época. Espero não me ter enganado nas contas do sobe e desce.

 

 

POLACOS SELVAGENS INVADEM LISBOA

 

> Apoiar uma equipa de futebol não dá direito aos actos mais vergonhosos e violentos que se possam imaginar pelas ruas da cidade. Em Lisboa, estão a chegar os adeptos de um clube de Varsóvia que vem jogar contra o Sporting. Alguns desses adeptos polacos têm-se comportado como autênticos selvagens. Há pouco tive a oportunidade de observar um "bando" desses selvagens numa estação de Metropolitano. Completamente bêbedos gritavam como gorilas, davam murros nos placares de publicidade, atiraram com garrafas para o meio da linha do comboio e pssaram das marcas quando, um deles, apalpou o rabo e as pernas de uma utente que se ia sentar num dos bancos. A PSP já deteve alguns destes selvagens por distúrbios que têm cometido. A tipos destes, em Alvalade, que os sportinguistas lhes possam dar uma lição, caso os vejam a ofender as mulheres portuguesas.