Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

A vergonha de um parlamento

Em política não pode valer tudo. E em Timor-Leste já passaram muitos anos de independência para não se cometerem erros gravíssimos e que colocam a imagem do país num patamar negativo. O Parlamento Nacional tem agora uma maioria afecta ao actual governo depois da Fretilin ter sido derrotada. Entretanto, foi eleito Presidente da República, um membro histórico da Fretilin, Lu Olo Guterres. O Presidente foi convidado oficialmente a visitar o Vaticano e a ser recebido em audiência por Sua Santidade o Papa Francisco. E o Parlamento Nacional, melhor, a tal maioria com excepção da UDT, votaram contra a visita do Presidente ao Vaticano, aliás, como já o tinham feito para uma visita de Lu Olo Guterres a Portugal. As críticas nacionais e internacionais à decisão dessa maioria não se fez esperar e a maioria dos apoiantes que elegeram os deputados que confundem o cu com as calças também foram os primeiros a criticar os seus próprios deputados. Moral da história: agora, esses deputados querem arrepender-se e caíram em si no que estavam a prejudicar o futuro de Timor-Leste, e querem voltar a votar desta vez a favor da visita presidencial ao Vaticano. Há erros que não se podem cometer e em política não vale tudo, especialmente a vingança partidária...

parlamento-nacional-dili-timor-leste-ey9h3k.jpg