Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

O todo poderoso

Sempre tentou passar entre os pingos da chuva, mas é muito largo para isso. E como tem as costas quentes faz o que quer na Câmara Municipal de Lisboa. Manuel Salgado é o presidente, o projectista, o arquitecto, o faz-tudo. Ele é que trata dos conluios para os concursos públicoe e é ele que decide qual o empreiteiro que faz a obra. São milhões que movimenta. Desde o Centro Cultural de Belém que faz o que lhe vai na gana. Até construiu um hotel à beira-tejo, em frente ao CCB, algo que ninguém aprovaria. Fernando Medina já tem alcunha nos corredores da edilidade, chamam-lhe o "palhaço". E, possivelmente, têm razão. A palhaçada é total. Medina não decide nada sem Salgado aprovar. Manuel Salgado está milionário e não precisa de estar a fazer a triste figura de rebaixar aquele que era apontado para futuro líder do PS. Medina era o homem, o empreendedor, o coerente, o acessível, o profissional. Afinal, era tudo fachada. Esses epítetos são de Salgado e é uma razão forte para Salgado deixar a Câmara. As pessoas andam revoltadas com a situação, inclusivamente no interior do PS. Salgado deve sair. Os escândalos já são muitos e os conluios começam a vir ao de cima. Que saia da cadeira presidencial antes que se queime...

Manuel Salgado.jpg