Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

os inimigos de sócrates

 

> É triste quando um homem que desejou ser alguém na política [e que depois de conseguir os seus objectivos] seja visto a arrastar-se pelos corredores da desgraça, da maledicência, do oportunismo, da incompetência, da vaidade, da arrogância e da corrupção dos seus verdadeiros inimigos. Inimigos que estão diariamente junto de José Sócrates como primeiro-ministro ou como secretário-geral do PS. Inimigos que lhe mentem. Inimigos que inventam que ele é o maior e que vai ganhar. Inimigos que só estão interessados nas comissões das adjudicações. Inimigos que querem dar nas vistas nas televisões para sua promoção pessoal. Inimigos que lhe dão conta do supérfluo e do artificial. Inimigos que não têm a coragem de ser sérios e dizerem-lhe frontalmente "É pá, chegou a tua hora, desiste, chegaste ao fim e não enterres mais o que conseguiste fazer mal ou bem". Os verdadeiros inimigos são aqueles "falinhas mansas" que aparecem a fingir que são muito amigos do chefe, mas que nas suas costas só sabem dizer que ele também é maricas. Uma cambada de gente que aparece sempre ao redor de quem chega ao poder e que são os tais que até não se importam de vender a mãe. 

 

café da manhã

 

> Há muito que não via um indivíduo que é proprietário de um hotel e que esteve ligado ao fornecimento de refeições para o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

- Então, como vai?

- Bem, obrigado.

- Ainda anda lá pelo Ministério com a sua belíssima culinária?

- Não, não, há muito tempo que deixei. Ficaram lá os 32 assessores para catering, todos eles com carro do Estado às ordens...

 


OLHÓ DISPARATE!





> Todo e qualquer Governo no mundo tem de manifestar dignidade e eficiência. Para o efeito, tem de ser assessorado convenientemente de forma que essa dignidade e eficiência não deixe o nome do país pelas ruas da amargura. Não concordo que os gabinetes ministeriais sejam um alvo de cortes de pessoal apenas para poupar uns tostões ou, demagogicamente, anunciar-se que ali também se deu o exemplo. Governar um país é algo de muito sério e que necessita de funcionários ou colaboradores especializados. Desde que haja transparência quanto às necessidades funcionais em cada gabinete ministerial, penso que não será por aí que cairá o Carmo e a Trindade. O PCP quer reduzir pessoal nos gabinetes do Governo. 