Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

MANUEL ALEGRE É RACISTA?

 

> Assistimos esta semana a algo de preocupante e absurdo. Quando nas hostes socialistas se reuniam consensos no sentido de se apoiar uma candidatura à Presidência da República de António Costa, eis que, Manuel Alegre lança Jaime Gama para Belém. Qual é o problema de ser o António Costa? É por ser um cidadão português de cor não totalmente branca? Vamos falar sem rodeios e vamos perguntar ao senhor Manuel Alegre se, afinal, quando deixou Angola ficou-lhe algum restício de racismo?

 

 

caloteiros

 

> Ena pá, o que se vai sabendo. A política portuguesa é mesmo uma grande porca, como dizia Bordalo-Pinheiro. Os partidos Socialista e Bloco de Esquerda prometeram a Manuel Alegre uma determinada quantia para a campanha presidencial. É pá, está descansado, nós somos gente de palavra, terás lá na continha os millhares que combinámos. Qual quê, qual carapuça. Veem-se as contas da campanha de Alegre e não joga a gota com a perdigota. E lá está no meio da confusão aquele senhor muito militante anti-Alegre, de sua graça verdadeira José Lelo. Dúvidas nas contribuições de PS e BE para Alegre.

 

 

alegre pinóquio

 

 

> Tantas vezes que o feitiço se vira contra o feitiçeiro que já devia servir de precaução para quem decide atirar pedras ao vizinho. Manuel Alegre atirou-se a Cavaco Silva sobre o BPN. A seriedade e honestidade de Cavaco foi posta em causa nas bocas dos seus apoiantes. De repente, apareceu um ricochete a acusar o deputado Alegre de cometer a ilegalidade de participar em publicidade ao BPP. Alegre sobre o assunto meteu os pés pelas mãos e acabou por clarificar a sua versão perante Judite de Sousa, na RTP. "Recebi o dinheiro (1,500 euros) que foi depositado na minha conta. Como não concordei com o pagamento passei um cheque e enviei-o ao BPP que não o aceitou".

Agora, Manuel Alegre passa pela vergonha de ser desmentido e de os responsáveis pelo BPP afirmarem que o candidato presidencial mentiu ao dizer que devolveu o dinheiro e que  Alegre conhecia a campanha publicitária.

 

cavaco alegre

 

> Chamam-lhe debate, possivelmente porque nunca viram uma gravação dos debates Mário Soares-Álvaro Cunhal. A conversa entre dois candidatos a Presidente da República não incluiu praticamente nada de importante que mobilize os portugueses a ir votar em Janeiro. Cavaco Silva preparou um ataque para surpreender. Manuel Alegre estava nervoso demais para poder reagir a certas minudências cavaquianas. A conversa esclareceu num ponto importante: já tinham idade para ter juízo e reformarem-se da política. Talvez por isso não acontecer é que os jovens não aderem a este tipo de vida.

Mas, estavam interessados em saber quem venceu o confronto? Então, Portugal não é um país de tradições? E os Presidentes da República não são para exercer dois mandatos?...