Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

DIA DA MARINHA EM ALMADA

 

 Saída do 'Sagres' a todo o pano do Porto de Aveiro

 

> A Marinha está em festa com as comemorações de mais um aniversário. O Dia da Marinha tem um dos seus pontos altos amanhã, em Almada, onde se vai realizar uma missa solene, pelas 10:00 horas. A RTP1 transmite em directo a solenidade religiosa.

 

 

MARINHA É GRANDE EXEMPLO

 

> Disto ninguém fala. A Marinha portuguesa, em pouco mais de 48 horas, colocou no mar mais de 1000 militares. Uma operacionalidade, organização e eficiência a toda a prova que merece o maior aplauso do povo português.

 

 

MARINHA OPERACIONAL ATÉ QUANDO?

 

 

> Na hora da verdade Portugal pode fazer boa figura junto do seu povo ao anunciar que em caso de necessidade pode salvar de imediato os seus cidadãos que se encontram na Guiné-Bissau em tremendas condições de dificuldade. Pode anunciar, porque existe uma Marinha organizada e operacional. Os portugueses residentes na Guiné-Bissau e outros cidadãos podem ser resgatados a qualquer momento porque a Armada portuguesa tem a disponibilidade de fazer avançar uma fragata com um grupo de militares altamente preparados e operacionais para todas as vicissitudes de âmbito bélico. O problema pode colocar-se em breve. Um problema grave. A grave possibilidade de os meios navais de guerras ficarem suspensos assim que a base do Alfeite deixe de estar activa, tal como pretende o Governo. Brinquem mais com coisas sérias...

Entretanto, o novo submarino 'Tridente' já regressou dos estaleiros da Alemanha onde, no âmbito do contrato de aquisição, terminou a sua primeira revisão técnica.

 

 

DIA DA MARINHA EM ALMADA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

> Este ano, o Dia da Marinha (20 de Maio) celebra-se em Almada e no âmbito destas comemorações a Marinha, através da sua Comissão Cultural, pretende selecionar um trabalho inédito alusivo à presença da instituição em Almada e à sua relação com este concelho. A maioria dos militares da Armada reside no concelho de Almada e, neste sentido, as comemorações terão um colorido diferente com a presença de centenas de familiares a assistir ao grande desfile que terá lugar em Cacilhas.

 

 


revista da armada: 40 anos

 

 

> Os nossos maiores encómios vão para a 'Revista da Armada', na pessoa do director Contra-Almirante Luís Roque Martins, pela passagem dos 40 anos de existência, tendo sido fundada pelo então Ministro da Marinha, Almirante Manuel Pereira Crespo. Esta publicação é um veículo literário de suma importância para o conhecimento do mar, da marinha e da cultura naval envolvente.

Na efeméride, o director Luís Roque Martins sublinhou em editorial, na edição deste mês, que "é muito importante que a Revista possa contribuir para reforçar os laços de amizade e solidariedade que devem unir todos os marinheiros, principalmente aqueles que já abandonaram as fileiras e que continuam a sentir muito justamente a Marinha como sua".

 

submarinos em acção

 

 

> Amanhã, segunda-feira, a Marinha portuguesa regista na sua história pela primeira vez um exercício conjunto com os dois submarinos novos recentemente adquiridos. O "Arpão" e o "Tridente" partem para exercícios navais e um deles fará uma pequena aparicão no rio Sado, no próximo dia 22 (domingo), durante as comemorações do Dia da Marinha, que terão lugar em Setúbal, apesar da grande contensão de meios.

 

novo submarino a 2 de maio

 

 

> O novo submarino para a Marinha portuguesa - "Arpão" - vai chegar a Lisboa no próximo dia 2 de Maio. A aquisição do segundo submarino constitui um dos pontos mais altos da história naval portuguesa. A verdade, é que o tal embaixador americano que tomou posição contra a compra dos submarinos, foi a entidade que mais suporte concedeu ao que vos digo: os americanos que sempre pensaram dominar todo o Oceano Atlântico, obviamente que ficaram de cara à banda, quando tomaram conhecimento que os portugueses com um submarino já lhes estragava a "vidinha" numa vasta área marítima. Quanto mais com dois. Somos pequenos, mas temos história e dignidade nos mares a defender.