Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pau Para Toda A Obra

Pau Para Toda A Obra

Verde

 

> O café que eu frequento aderiu aos verdes. Godinho Lopes, presidente do Sporting, está aqui ao meu lado a tomar o pequeno almoço. Já pedi para ser contratado para goleador...

 

 

Quando dá vontade de fechar o blogue

 

> Há por aí um leitor deste blogue que não o devia ser. Se não gosta do que escrevo nunca devia voltar a clicar neste endereço. Já me custa muito ler comentários injustos, insultuosos e filhos da puta. Um cobarde de merda escreveu a dizer que eu ando "à procura de algo". Só porque não defendi a directora do 'Público' e porque defendi a posição de um ministro que de um dia para o outro se vê enxuvalhado na praça pública com invenções de chantagem sobre a vida privada de uma jornalista. O comentador cobardolas insulta-me até à sua exaustão com afirmações que repudio radicalmente. Pois, fique sabendo seu cabrão que eu dir-lhe-ia tudo isto nas suas trombas e muito mais. Fique sabendo que não ando à procura de "algo' porque na vida nunca pedi nenhum tacho a ninguém. Trabalhei sempre com o meu esforço e conhecimento, tenho 63 anos, estou desempregado há dez porque sou cuidador de minha mulher doente. Mesmo assim, procuro "algo", sim é verdade. Ainda ontem estive a falar com um arquitecto amigo, residente em Berlim, da possibilidade de ir até lá como motorista de uma família ou para empregado de mesa. O comentador cobarde, serviçal certamente da directora do 'Público' pode ficar sabendo que a sua directora não me merece qualquer respeito devido ao comportamento praticado em Timor-Leste após a debandada indonésia. Pergunte-lhe o que fez por lá. Às vezes dá mesmo vontade de encerrar o blogue só para que os dias em vez de felizes não se transformem em depressão por não poder partir os cornos de um cobarde qualquer que resolve ofender quem não conhece.

 

 

CHOCANTE

 

> Um amigo meu morreu há meses. Esta manhã, quando abri o computador e passei à operação diária de ler os mais de 40 e-mails recebidos, eis que me surpreendeu o facto de um das missivas ter o endereço do tal meu amigo que já faleceu. Ops! Fiquei atónito e a interrogar-me de como era isto possível. Um acto escabroso: um filho da puta qualquer que conseguiu sacar o seu endereço electrónico e que envia para as pessoas [possivelmente tendo sacado também a sua lista de amigos] um e-mail de propaganda de venda de televisores. Inacreditável e simplesmente chocante.

 

 

HÁ DIAS ASSIM

 

> O Sol ainda dorme

As nuvens querem conversa

A Chuva finge que cai

 

As mãos doem

Uma vida de asneiras

Os ossos não são de ferro

Gostava de escrever

As mãos sofrem

O coração dói

O cérebro entristece

 

The house of rising sun, The Animals

A satisfação

 

 

A MINHA QUERIDA RÁDIO MUNDIAL

 

Anos 1980 nos estúdios da Rádio Macau

 

> Na minha infância a rádio era o meu fascínio. O meu avô tinha sempre o receptor ligado e habituei-me a ouvir noticiários como se estivesse a beber um copo de água. Na adolescência entrei pela primeira vez num estúdio de rádio e gravei várias coisas relacionadas com os célebres programas humorísticos dos "Parodiantes de Lisboa". Quando cumpri o serviço militar em Timor fui logo direitinho à Emissora de Rdiodifusão (ERT) e apresentei um programa - "Vírgula" - que deu brado e que até conseguiu ludibriar os pides sobre as músicas proibidas. Nos anos 1970 a Rádio Renascença foi a minha paíxão e a partir dos anos 1980 os meus estúdios foram o mundo, desde Macau à Austrália.

Lembrei-me desta minha paixão porque dediquei-lhe uma vida inteira para agora [neste dia que se comemora o Dia Mundial da Rádio] deparar-me sem um estúdio para poder divertir e informar as pessoas, porque as rádio de hoje, infelizmente, são máquinas automáticas que colocam músicas no ar, sem alma, sem voz, sem alegria...

 

SAGITÁRIO

 

 

> Há pouco enviaram-me um e-mail com os "dotes" do meu signo. 80% coincide.


 

SAGITÁRIO, o Optimista
Irreflectido.
Não quer crescer (Síndroma Peter Pan).
Favorece o ego.
Orgulhoso.
Gosta de luxos e jogar.
Social e gosta de sair.
Não gosta de responsabilidades.
Frequentemente fantasia.
Impaciente.
Divertido estar ao seu redor.
Tem muitos amigos.
Coquete e gosta de flirtar.
Não gosta de regras..
Às vezes hipócrita.
Antipatiza com espaços e roupas apertados.
Não gosta que duvidem dele.
Bonito por dentro e por fora.

 

 

o ego inchou

 

> O meu avô dizia-me que não há mal quando falam de nós, o que importa é que falem, por ser um sinal de que estamos vivos. Mas há pessoas que falam bem de nós (o que é raro numa sociedade de maledicência) e isso deixa-nos pensativos, introvertidos, chorosos de felicidade e como dizem as mulheres com o ego em alta. Já aqui me referi ao Fernando Moreira de Sá, um nortenho daqueles fora-de-série, como uma pessoa sabedora da interpretação plena dos acontecimentos sociais, e não só, que o rodeiam. Desta vez, o Fernando exagerou. Falou de mim. Assim. Obrigado, meu caro. Assim não vale...